Sexta-feira
20 de Outubro de 2017
Publicidade
Publicidade
Sexta-feira, 20 de Outubro de 2017
Publicidade
Publicidade
Festa de Santo Antônio
Barbalha-CE: Zé Leite deixa de pagar festa e vereador denuncia calote
Bonecos gigantes confeccionados no ano passado foram reaproveitados para conter despesas e não comprometer o orçamento dos festejos deste ano. (Foto: Serena Morais)
Em 04/06/2013 às 15:50

O vereador Bosco Vidal (PR) apresentou denúncia contra a Prefeitura Municipal de Barbalha, após constatar irregularidades no pagamento de serviços contratados junto a fornecedores da Festa de Santo Antônio do ano passado. De acordo com o vereador, mesmo com todo o processo licitatório concluído, há um ano, a JA Lima Produções - empresa vencedora da licitação para produzir a festa - não efetuou o pagamento referente à mão de obra e à infraestrutra técnica dos shows.

Segundo Bosco, entre os serviços contratados pela JA Lima Produções estão o aluguel de som, palco, iluminação e a confecção de 12 bonecos gigantes para ornamentar a cidade. O valor a ser pago pelos trabalhos soma o montante de, aproximadamente, R$ 200 mil. A empresa justificou que as pendências são devido ao não repasse da Prefeitura.

Para confeccionar os bonecos, a Secretaria de Cultura de Barbalha realizou uma oficina através da Fundação de Arte e Cultura Popular do Cariri. À época, a Secretaria chegou a pagar o valor de R$ 3.444,00 pela Fundação, apenas pelo trabalho dos oficineiros, deixando um saldo devedor relacionado à mão de obra.

Bosco informou que dos R$26.700,00 destinados à mão de obra e compra de material para a confecção dos bonecos, até o momento, só foi pago R$4.000,00. Era pra ser entregue 12 estruturas de bonecos, no entanto, só foram repassados 09 manequins.

Um dos contratos para viabilizar a estrutura de palco, iluminação e som, foi firmado em R$70 mil com a empresa Arara Som, de Assaré. No ano passado, antes do show do cantor Fábio Júnior, o empresário Rosifran Pereira da Silva, dono da empresa, disse que chegou a ameaçar a desligar os equipamentos, se não fosse quitada a dívida. Na ocasião, foi pago um percentual e ainda restam R$ 38 mil.

O vereador Bosco Vidal disse que vai entrar com duas representações junto ao Ministério Público e à Câmara, sugerindo que se apure o caso. “Nós estamos solidários aos trabalhadores e empresários prejudicados e vamos cobrar da Prefeitura uma resposta cabível. O prefeito não pode administrar Barbalha ao seu ‘bel prazer’. Nós queremos justificativas pelo atraso desses pagamentos, porque tudo foi licitado”, disse.

A equipe do JC tentou comunicação com a Secretaria de Cultura para esclarecer a denúncia, mas eles justificaram agenda corrida em função da organização da Festa de Santo Antonio. O secretário Sitoe Luna não foi localizado.

Protesto durante o cortejo do Pau

Durante o cortejo do Pau da Bandeira, neste domingo, o empresário Rosivan Pereira passeou com um trio elétrico com faixas e uma gravação protestando pelo não pagamento dos contratos com a sua empresa. A manifestação repercutiu e ganhou a simpatia de alguns foliões do Pau. O empresário disse que se sente constrangido por não poder honrar com os pagamentos da empresa. Ele justificou que terceirizou os serviços fornecidos à Festa de Santo Antônio.

Fonte: Jornal do Cariri

Publicidade
Compartilhe
Comentários
Publicidade
Publicidade
TJ Seguros
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
© ACONTECEU, TÁ NO MISÉRIA
A reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash, etc) do portal só é permitida com o devido crédito da fonte e, caso não se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismos de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria para reproduzir nosso conteúdo, clique aqui.
Desenvolvido por Kleber Ferreira