Terça-feira
13 de Novembro de 2018
Publicidade
Publicidade
Terça-feira, 13 de Novembro de 2018
Publicidade
Publicidade
Em Fortaleza

Teatro Carlos Câmara inicia nesta quarta, 7/12, novo programa, "Cine Clube"

Em 07/12/2016 às 15:40
Compartilhar
O Teatro Carlos Câmara apresenta, a partir desta quarta-feira, 7/12, às 12h30, o "Cine Clube", uma das novas ações que fazem parte da nova programação do teatro, em parceria entre a Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult) e o grupo Teatro (Foto: Reprodução)

O Teatro Carlos Câmara apresenta, a partir desta quarta-feira, 7/12, às 12h30, o "Cine Clube", uma das novas ações que fazem parte da nova programação do teatro, em parceria entre a Secretaria da Cultura do Estado do Ceará  (Secult) e o grupo Teatro Máquina. Ao longo de dezembro serão exibidos nove curtas metragens, três a cada semana, com a temática "Fortaleza para existir e resistir", sempre com entrada franca. A curadoria é de Renata Cavalcante.

ÀS 12h30 desta quarta-feira o primeiro filme a ser exibido é "Peixes no Asfalto", de Clébson Oscar, lançado em 2016. "Céu é céu. Cada um é um todo particular e singular. Indivíduo. Saudade é saudade", destaca a sinopse do filme. Em seguida vem "Além da Rua", de Natália Viana, de 2010, filme de ficção que conta a história de Leo, um menino do bairro Otávio Bonfim, passeando por este e outros espaços de Fortaleza. Fechando a programação desta quarta, será exibido "Proibido Pular", de Lucas Coelho, filme de 2012, que aborda a Praia de Iracema.



Outros destaques: Gustavo Portela, Teatro de Caretas, IFCE e Formosura

Entre outros destaques da programação desta semana no Teatro Carlos Câmara está o show do cantor, compositor e multiinstrumentista cearense Gustavo Portela, na sexta-feira (09), às 12h30, com o espetáculo “Banzo – a canção da saudade”. O show será o segundo apresentado nestes novos dia e horário no TCC, que terá sempre espetáculos musicais às sextas-feiras, no intervalo de almoço, como forma de facilitar o acesso a estudantes, trabalhadores e demais frequentadores do Centro da cidade.

Esta semana também estreia a temporada de Teatro de Rua. O Grupo Teatro de Caretas fica em cartaz com a peça "Final da Tarde", durante as sextas-feiras, às 16h30. Ainda na sexta-feira, a XXII Turma de Teatro do IFCE apresenta mais um dos trabalhos de conclusão do curso de Licenciatura, “Olaria”, às 19h.

>> Segue em cartaz: Temporada do espetáculo “Os Miseráveis”, do Grupo Formosura de Teatro, sempre às quintas-feiras, em dois horários, 12h30 e 18h. E, aos domingos, a temporada de teatro infantil com a peça “Pedro, Que Horas São?”, do Coletivo Paralelo, às 10h.


Toda a programação tem entrada franca. Confira todas as atrações de 7 a 11 de dezembro:

► QUARTAS FEIRAS

CINEMA // CINE CLUBE

Dia 07 de Dezembro às 12h30.

Curtas Metragens | Tema: Fortalezas para existir e resistir
Curadoria: Renata Cavalcante

Peixes no Asfalto
Direção: Clébson Oscar, 13’15”, HD, 2016
Sinopse: Céu é céu. Cada um é um todo particular e singular. Indivíduo. Saudade é saudade.

Além da Rua
Direção: Natália Viana, ficção, 20´, HDV, 2010,
Fortaleza-Brasil Sinopse: Após pegar escondido uma câmera fotográfica de seu pai, Leo e seus amigos brincam, vivenciando os espaços de Otávio Bonfim, bairro de classe média baixa de Fortaleza, onde mora, passeando pelos lugares por ele já conhecidos e descobrindo outros.

Proibido Pular
Direção: Lucas Coelho, 2012, 3´10,
Filme Ensaio Sinopse: praia de Iracema. um lugar cheio de vida.

► QUINTAS FEIRAS

TEATRO // TEMPORADA

Dias 08, 15, 22 de Dezembro | Sessões às 12h30 e 18h30.

Espetáculo Os Miseráveis: O Oléo da Máquina - Grupo Formosura de Teatro

Local: Palco Principal Teatro Carlos Câmara

Duração: 60 minutos

Classificação: 14 anos

Sinopse: A partir do romance de Victor Hugo, o espetáculo é o resultado de pesquisa do grupo sobre o boneco geminado em parceira com o bonequeiro Duda Paiva na III edição do Laboratório de Pesquisa Teatral da Porto Iracema das Artes. Em cena, três atores e três músicos constroem a metáfora cênica para mostrar o inferno das desigualdades sociais com bonecos geminados, que é uma técnica de manipulação onde a interação ator/personagem/boneco acontece de forma singular.

Entrevistas: Graça Freitas | Telefone: (85) 99946-6198 | (85) 98509-3608 | (85) 3295-6939 | E-mail maria.grupoformosura@gmail.com

► SEXTA-FEIRA

MÚSICA //  APRESENTAÇÃO

Dia 09 de Dezembro | 12h30

Show Banzo, A canção da Saudade – Gustavo Portela

Local: Palco Principal Teatro Carlos Câmara

Classificação: Livre

Sinopse: Banzo era como se chamava o sentimento de melancolia em relação à terra natal e de aversão à privação da liberdade praticada contra a população negra no Brasil na época da Diáspora africana. O novo trabalho de Gustavo Portela foi iniciado numa busca minuciosa sobre a música de origem africana que deixou marcas fortes por toda a América Latina. Da cumbia ao baião, o Banzo retrata entre outras coisas a solidão, que também é vivenciada no palco.

Entrevistas: Gustavo Portela | Telefone: (85) 99785.1049 / 98842.9249 | Email: gustavo.portela@gmail.com

TEATRO DE RUA // TEMPORADA

Dias 09, 13 e 23 de Dezembro às 16h30.

Espetáculo Final da tarde – Grupo Teatro de Caretas

Local: Espetáculo itinerante pelas ruas do Centro (Saindo do Teatro Carlos Câmara)

Duração: 40 min

Classificação: Livre

Sinopse: O espetáculo Final da Tarde se baseia numa experiência diferente de teatro de rua, tanto na relação entre ator e público como na relação com a cidade que, além de cenário é a própria dramaturgia do espetáculo. Propomos uma experiência de atuação cênica baseada no detalhe da interpretação em que proximidade e intimidade entre transeuntes e atores são os elementos centrais. Não há palco nem formalidades de início e fim.

Entrevistas: Vanéssia Gomes | Telefone: (85) 99621-9191 |Email:   vanessiagomes@gmail.com

TEATRO // CURTA TEMPORADA

Dias 09 e 16 de Dezembro às 19h

Espetáculo /Olaria – Curso de Licenciatura em Teatro (IFCE)

Local: Palco Principal Teatro Carlos Câmara

Duração: 50 minutos

Classificação: 16 anos

Sinopse: Em um lugar sem identidade, sete personas habitam esse espaço. Juntos na esperança de um dia sair daquele lugar, eles necessitam conviver todos os dias com as mesmas angústias e frustrações. Mas, em meio ao caos, encontram-se doentes e sem expectativas de mudanças. O fim é não ter fim. Como resistir ao sistema? Como nos inserir nesse novo lugar? /OLARIA é um registro cênico que nos convida a emergir para um novo espaço, prisão, cárcere, quarentena e colônia.

► DOMINGOS

TEATRO INFANTIL // TEMPORADA

Dias: 11, 18 de Dezembro às 10h.

Espetáculo Pedro, que horas são? – Coletivo Paralelo

Duração: 50 min

Classificação: Livre

Sinopse: Pedro, que horas são? é uma representação caricaturada do indivíduo contemporâneo, um grito de socorro por todos aqueles que se afundam diariamente nos grilhões da engessada rotina, mas pagam um preço à altura do próprio esforço: a omissão da liberdade em troca de uma suposta qualidade de vida.

 

secult.ce

Publicidade
Compartilhe
Comentários
Publicidade
Publicidade
Publicidade
TJ Seguros
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
© ACONTECEU, TÁ NO MISÉRIA
Quer reproduzir nosso conteúdo no seu blog ou site? Estabeleça uma parceria clicando aqui.
Desenvolvido por Kleber Ferreira