Terça-feira
17 de Outubro de 2017
Publicidade
Publicidade
Terça-feira, 17 de Outubro de 2017
Publicidade
Publicidade
Onça desgarrada da mãe
Polícia Ambiental de Juazeiro captura filhote de onça suçuarana perto da divisa entre Ceará e Pernambuco
Onça capturada por militares da Companhia Ambiental de Juazeiro (Foto: Reprodução Site Miséria)
Em 11/01/2017 às 11:15

Por Demontier Tenório
 

Um filhote de onça suçuarana foi caputarado por militares da Polícia Ambiental de Juazeiro do Norte por volta das 13h30min desta terça-feira perto da divisa entre os estados do Ceará e Pernambuco. Moradores da zona rural entre os municípios de Crato e Moreilandia a uma distância média de 120 Km em relação ao Quartel da CPA no Parque Ecológico das Timbaúbas, se depararam com o animal silvestre e acionaram a corporação.

O Tenente Franklin, o Subtenente Henoch e os Sargentos Marcos e Alves foram lá quando capturaram o filhote que tinha se perdido da mãe e já estava perto das residências. Os PMs estão promovendo esforços para que sobreviva adotando os devidos cuidados como alimentação e o aconchego. Nas próximas horas, a pequena onça será entregue ao IBAMA de Iguatu porquanto o órgão em Crato fechou. A preocupação maior é que na Floresta do Araripe já não existem mais tantas onças suçuaranas quanto antes em virtude da devastação.

No Brasil é chamada, também, de onça-parda e, na Europa, Puma concolor que se constitui um mamífero carnívoro que habita as florestas. Mesmo assim, é capaz de sobreviver em áreas extremamente alteradas pelo homem, como pastagens e cultivos agrícolas. Tais onças chegam a pesar até 72 kg e ostentam um porte semelhante ao do leopardo, sendo o segundo maior felídeo das Américas. Vivem, em média, entre 7,5 e 9 anos reservando maior atividade para o período noturno se isolando durante o dia.

Animal vem recebendo cuidados antes de ser levado para o IBAMA de Iguatu (Foto: Reprodução Site Miséria)

Publicidade
Compartilhe
Comentários
Publicidade
Publicidade
TJ Seguros
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
© ACONTECEU, TÁ NO MISÉRIA
A reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash, etc) do portal só é permitida com o devido crédito da fonte e, caso não se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismos de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria para reproduzir nosso conteúdo, clique aqui.
Desenvolvido por Kleber Ferreira