Sábado
25 de Março de 2017
Publicidade
Publicidade
Sábado, 25 de Março de 2017
Publicidade
Publicidade
Astronomia
Nova teoria explica origem da Lua
Satélite teria sido formado após vários choques de asteroides com a Terra (Foto: Reprodução/Notícias ao Minuto)
Em 19/03/2017 às 15:20

Um estudo recente contraria a hipótese mais difundida entre astrônomos sobre a formação da Lua. Acredita-se que o stélite teria sido gerado após um choque entre a Terra e Theia, um corpo celeste do tamanho de Marte, há 4,5 bilhões de anos.

O impacto teria tirado uma parte um fragmento do nosso planeta que, ao entrar em órbita, se transformou no nosso único satélite. A composição química da Lua é, de fato, bastante parecida com da Terra, mas cálculos feitos em computador indicam que um choque desse porte deveria ter gerado um corpo celeste com três partes de Theia para cada parte de Terra - o que não corresponde à realidade.

De acordo com pesquisa desenvolvida no Instituto Weizmann de Ciência, em Israel, e publicada na revista Nature, a Lua teria sido formado a partir de choques de diversos asteroides com Terra. “No início, o Sistema Solar estava cheio de corpos residuais da formação planetária”, explica a pesquisadora Racula Rufu.

“Portanto, é muito mais provável que vários impactos comuns tenham formado a Lua, e não um único impacto especial”, conclui. Neste caso, os resíduos soltos em órbita ao longo do tempo teriam formado um anel de poeira, que acabaram se aglomerando e formaram a Lua.

noticiasaominuto

Publicidade
Compartilhe
Comentários
Publicidade
Publicidade
TJ Seguros
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
© ACONTECEU, TÁ NO MISÉRIA
A reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash, etc) do portal só é permitida com o devido crédito da fonte e, caso não se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismos de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria para reproduzir nosso conteúdo, clique aqui.
Desenvolvido por Kleber Ferreira