Quinta-feira
19 de Abril de 2018
Publicidade
Publicidade
Quinta-feira, 19 de Abril de 2018
Publicidade
Publicidade
Troca de tiros em Juazeiro

Acusados do roubo de uma moto trocam tiros com a polícia quando um morreu e outro foi apreendido

Por Demontier Tenório
Em 20/03/2017 às 16:45
Compartilhar
Jovem morreu na troca de tiros com a polícia e seu comparsa terminou apreendido (Foto: Reprodução/Redes sociais)

O roubo de uma motocicleta por volta das 12h30min desta segunda-feira no bairro Frei Damião em Juazeiro do Norte, culminou com a troca de tiros entre os acusados e a polícia. Um deles, provavelmente menor de idade, saiu baleado e terminou socorrido pelos próprios PMs porém morreu pouco tempo depois no Hospital Regional do Cariri. Ele não estava com documentos que permitissem sua identificação e, com o mesmo, a polícia recolheu um revólver calibre 38 tendo quatro cartuchos intactos e dois deflagrados.

Já o seu comparsa de iniciais E. G da S., de 16 anos, residente no bairro Frei Damião, foi apreendido e conduzido até à Delegacia Regional de Polícia Civil de Juazeiro do Norte. Segundo informações extra oficiais, a moto pertencente à esposa de um soldado do RAIO e uma equipe da corporação estava à caminho do local do assalto quando percebeu dois homens abandonando o veículo e adentrando um matagal. Ante a perseguição, um deles atirou e houve revide.

Arma de fogo apreendida em poder do jovem que morreu (Foto: Reprodução/Redes sociais)


O último homicídio numa intervenção policial no Cariri foi em Crato no dia 9 de março tendo como vítima Marcos Wilame Araújo Silva, de 20 anos, que residia no Pio XII em Juazeiro. Ele tinha acabado de roubar o carro de um agente de saúde em Farias Brito e fugiu na direção de Crato. No Distrito de Ponta da Serra, abandonou o carro e se embrenhou no mato quando trocou tiros com a polícia que revidou causando a morte do mesmo.

Com a morte desta tarde já são dez homicídios no mês de março em Juazeiro e 32 no ano. Na noite de ontem Kennedy Douglas Souza Cunha, de 17 anos, o “Dodô” que residia na Rua São Geraldo (Pio XII), foi morto a tiros na Rua Formosa naquele bairro por dois homens que fugiram numa moto. Ele respondia dois procedimentos em segredo de justiça e o arrombamento contra uma residência no bairro São José quando foi apreendido em novembro de 2015.

Publicidade
Compartilhe
Comentários
Publicidade
Publicidade
TJ Seguros
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
© ACONTECEU, TÁ NO MISÉRIA
Quer reproduzir nosso conteúdo no seu blog ou site? Estabeleça uma parceria clicando aqui.
Desenvolvido por Kleber Ferreira