Sábado
23 de Junho de 2018
Publicidade
Publicidade
Sábado, 23 de Junho de 2018
Publicidade
Publicidade
Caso Eliza Samúdio

PGR pede que STF revogue soltura do goleiro Bruno Fernandes

Em 20/04/2017 às 10:10
Compartilhar
Ministros vão se reunir para dar decisão definitiva sobre o habeas corpus; próxima sessão ocorre na terça-feira (25). (Foto: Reprodução)

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, manifestou-se pela revogação da liminar que ordenou a soltura do goleiro Bruno Fernandes, condenado pela morte de Eliza Samudio. Em parecer, ele pede também que os ministros indefiram o habeas corpus, que está pronto para ser julgado definitivamente.

O julgamento será feita pela Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF), que se reune às terças-feiras. A próxima sessão será no dia 25. O processo ainda não está na pauta.

Janot argumenta que o habeas corpus foi apresentado pela defesa contra decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ), que negou liberdade a Bruno. E por isso, não caberia ao STF dar prosseguimento ao pedido. Na manifestação, o procurador afirmou que a defesa tem feito diversas intervenções, o que "contribuiu para o eventual prologamento do prazo para o julgamento da apelação criminal".

 

g1

 

Publicidade
Compartilhe
Comentários
Publicidade
Publicidade
Publicidade
TJ Seguros
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
© ACONTECEU, TÁ NO MISÉRIA
Quer reproduzir nosso conteúdo no seu blog ou site? Estabeleça uma parceria clicando aqui.
Desenvolvido por Kleber Ferreira