Domingo
20 de Agosto de 2017
Publicidade
Publicidade
Domingo, 20 de Agosto de 2017
Publicidade
Publicidade
Homenagem póstuma
Site Miséria lembra cinco anos da morte do médico e ex-prefeito Ailton Gomes de Alencar
Doutor Ailton morreu no dia 21 de abril de 2012 (Foto: Reprodução/Redes Sociais)
Em 21/04/2017 às 06:30

Por Demontier Tenório
 

Como forma de homenagem póstuma, o Site Miséria lembra a passagem de exatos cinco anos da morte do médico e ex-prefeito de Juazeiro do Norte, Ailton Gomes de Alencar. Ele faleceu aos 73 anos no Hospital São Vicente de Paulo em Barbalha, onde se encontrava internado tratando de um câncer e seu corpo foi sepultado no Cemitério do Socorro. Na sua gestão, executou algumas obras como o Parque de Vaquejadas, o Frigorífico Industrial, o Juizado da Infância e Juventude, a avenida que leva o seu nome e o Colégio Murilão.

Como profissional de saúde se tornou um dos fundadores e, durante muito tempo, sócio do Pronto Socorro de Juazeiro com o seu irmão José Newton Gomes, Odílio Camilo da Silva e João Tavares Neves, que é o único vivo. Ele foi casado com Jussy Andrade com quem teve cinco filhos o médico Lúcio Flávio, a psicóloga Suely Andrade, o professor de educação física Ailton Júnior, Diógenes Andrade mais conhecido por Mano e Perseu Alencar.

Em meados da década de setenta, a política de Juazeiro passou a sentir evidências da força do chamado grupo do Pronto Socorro de onde o então governador Adauto Bezerra escolheu Ailton para ser candidato a prefeito em 1976. Foi quando se deu o rompimento político do grupo Bezerra com o médico Mauro Sampaio, que decidiu lançar como candidato a prefeito Doro Germano. Na época, a maioria pró Ailton na eleição do dia 15 de novembro de 1976 foi de aproximadamente 10 mil votos e ele tinha como companheiro de chapa o professor Getúlio Grangeiro que faleceu há 18 anos.

Publicidade
Compartilhe
Comentários
Publicidade
Publicidade
TJ Seguros
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
© ACONTECEU, TÁ NO MISÉRIA
A reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash, etc) do portal só é permitida com o devido crédito da fonte e, caso não se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismos de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria para reproduzir nosso conteúdo, clique aqui.
Desenvolvido por Kleber Ferreira