Segunda-feira
23 de Outubro de 2017
Publicidade
Publicidade
Segunda-feira, 23 de Outubro de 2017
Publicidade
Publicidade
Estelionato no Cariri
Presos por estelionato e falsificação de documentos ex-funcionários do Cartório de Jardim
Arma apreendida juntamente com documentos falsificados (Foto: Reprodução/Redes Sociais)
Em 11/08/2017 às 16:30

Por Demontier Tenório
 

Policiais civis de Jardim cumpriram Mandados de Prisão Preventiva e de Busca e Apreensão dentro das investigações de crimes de estelionato, falsificação de documentos públicos e inserção de dados falsos em sistema eletrônico. Numa parceria com o Ministério Público os Delegados de Jardim, Reni Rocha; e de Barbalha, Júlio Agrelli prenderam duas pessoas nesta quinta-feira e boa quantidade de documentos falsificados e apetrechos para falsificação.

Ademilton Alves Vieira e Estácio Ferreira dos Santos são ex-funcionários do Cartório Julio Lóssio e vinham praticando as irregularidades quando passou a ser investigado pelo Ministério Público. Nos imóveis do primeiro a polícia recolheu diversos documentos do cartório com selos retirados, incompletos (sem a assinatura da tabeliã e o selo de autenticação), cheques e outros documentos de diversos cartórios. Na casa de Estácio, documentos e carimbos do Cartorio Julio Lóssio.

Além disso, um revólver calibre 22 e nove cartuchos intactos. A denominada Operação Relâmpago reuniu ainda policiais de Jardim (Inspetores Jackson e Sara e o Escrivão Saymon); de Barbalha (Inspetores Daniel e Erinaldo e a Escrivã Elizângela); e de Juazeiro os Inspetores Dimitri, Moreira, Fábio, Hugo e Márcio. Eles aprenderam, também diversos aparelhos eletrônicos como computadores e celulares encontrados nos imóveis dos investigados.

Mais documentos falsificados e material do cartório de Jardim (Foto: Reprodução/Redes Sociais)


OUTROS – Ainda esta semana em Jardim a Polícia Civil prendeu em flagrante Cícero José dos Santos acusado de crimes de desacato e embriaguez ao volante para responder por crime contra a Lei Seca. Além dele, Francinaldo José de Souza por crimes de dano e ameaça caracterizando violência doméstica os quais foram autuados na Delegacia daquela cidade.

Publicidade
Compartilhe
Comentários
Publicidade
Publicidade
TJ Seguros
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
© ACONTECEU, TÁ NO MISÉRIA
A reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash, etc) do portal só é permitida com o devido crédito da fonte e, caso não se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismos de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria para reproduzir nosso conteúdo, clique aqui.
Desenvolvido por Kleber Ferreira