Domingo
19 de Novembro de 2017
Publicidade
Publicidade
Domingo, 19 de Novembro de 2017
Publicidade
Publicidade
Mergulho na história
Romeiros fazem passeio turístico em Juazeiro do Norte
Segundo a Secretaria de Turismo e Romaria, o objetivo é levar o visitante a conhecer a trajetória da cidade, seu desenvolvimento econômico e cultural, além de aprender mais sobre o Padre Cícero (Foto: Reprodução)
Em 13/09/2017 às 06:30

Um passeio pela cidade é comum nas excursões vindas de todo Nordeste, principalmente, em épocas de romaria. Normalmente, os romeiros já conhecem os roteiros ou têm aqueles locais preferidos. No entanto, a prefeitura de Juazeiro do Norte, por meio da Secretaria de Turismo e Romaria, resolveu inovar e criou o "City Tour", um trajeto por alguns dos principais lugares da cidade, com auxílio de guia turístico, que conta a história do local visitado e também do Município. São quatro passeios diários, dois pela manhã, dois à tarde, entre os dias 11 e 13 de setembro.

Cerca de 300 romeiros participaram dos passeios e conheceram um pouco mais da Lira Nordestina, lugar onde foram impressos os primeiros cordéis e, hoje, é a Casa da Xilogravura no Cariri. Além de disso, foram até o Santuário de São Francisco das Chagas, a Abadia de Nossa Senhora da Vitória e, finalizando o percurso, o Cariri Garden Shopping, na loja do Centro Cultural Mestre Noza.

Segundo a Secretaria de Turismo e Romaria, o objetivo é levar o visitante a conhecer a trajetória da cidade, seu desenvolvimento econômico e cultural, além de aprender mais sobre o Padre Cícero. "A ideia é promover o turismo na cidade e dar mais receptividade ao romeiro", explica o secretário da Pasta, Júnior Feitosa.

As excursões que vêm a Juazeiro, trazendo os milhares de romeiros, já costumam visitar o Santuário de São Francisco, o Horto do Padre Cícero e os engenhos de cana-de-açúcar na cidade vizinha, Barbalha. Mas, segundo o guia turístico José Rodrigo Alves, a história dos locais passa despercebida do visitante. "Os locais visitados, na maioria, já são do cotidiano do romeiro. O diferencial é que a visita guiada tem a propriedade de informações que vão enriquecer a visitação", completa.

Apesar de a maioria dos locais serem comuns ao cotidiano romeiro, o passeio agradou e surpreendeu a romeira Elenita de Arruda, 45, de Olinda (PE), que visita Juazeiro do Norte desde os 13 anos. "Eu achei uma oportunidade, um incentivo para conhecer melhor a cultura daqui. A nossa excursão não incluía lugares como a Igreja da Abadia e a Lira Nordestina. Os romeiros já têm aqueles pontos essenciais e acaba ali", conta.

Caminho da fé

Os devotos do Padre Cícero vêm a Juazeiro motivados pela fé. São histórias de vida ligadas a milagres, curas, promessas e penitências. É assim que todo ano, a romaria de Nossa Senhora das Dores recebe cerca de 400 mil fiéis. É o caso, há 28 anos, da romeira Josefa Maria do Nascimento, de Abreu e Lima (PE). A aposentada sofria com dores na coluna, se apegou ao "Padim" e ficou boa.

Fonte: Diário do Nordeste

Publicidade
Compartilhe
Comentários
Publicidade
Publicidade
TJ Seguros
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
© ACONTECEU, TÁ NO MISÉRIA
A reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash, etc) do portal só é permitida com o devido crédito da fonte e, caso não se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismos de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria para reproduzir nosso conteúdo, clique aqui.
Desenvolvido por Kleber Ferreira