Sábado
21 de Outubro de 2017
Publicidade
Publicidade
Sábado, 21 de Outubro de 2017
Publicidade
Publicidade
Plenário
Magno Malta cobra punição mais dura para Joesley Batista
"Eles saíram gravando todo mundo para ter todo mundo de refém", disse o senador (Foto: Reprodução/Notícias ao Minuto)
Em 13/09/2017 às 12:25

Em pronunciamento no Plenário, nesta terça-feira (12), o senador Magno Malta (PR-ES) comentou as notícias sobre a prisão do principal acionista do Grupo J&F Investimentos. Ele cobrou punição mais dura para o empresário, que chamou de “chantagista”.

"Eles saíram gravando todo mundo para ter todo mundo de refém. Não é hora de se acovardar, a nação brasileira espera que esses canalhas paguem, que apodreçam na cadeia", disse.

O senador também fez um chamamento ao ex-ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, para que se explique sobre a suposta tentativa de interferir nas decisões do Supremo Tribunal Federal (STF), como insinuado nas gravações de Joesley Batista.

Além disso, Magno Malta ainda fez críticas ao procurador-geral da República, Rodrigo Janot por ter se encontrado, em um bar de Brasília, com Pierpaolo Bottini, advogado do grupo JBS.

O parlamentar encerrou o pronunciamento dirigindo pedidos ao STF e ao governo federal.

"Supremo, mantenha-os presos. Chame a Interpol e mande fazer busca e apreensão no exterior. E peço ao Executivo que o BNDES, que é sócio de diversas empresas desse complexo milionário com o dinheiro dos fundos de pensão, da Caixa Econômica e de aposentados, que entre na justiça e bloqueie o dinheiro de todas essas empresas para que o patrimônio do Brasil seja devolvido", concluiu.

NoticiasaoMinuto

Publicidade
Compartilhe
Comentários
Publicidade
Publicidade
TJ Seguros
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
© ACONTECEU, TÁ NO MISÉRIA
A reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash, etc) do portal só é permitida com o devido crédito da fonte e, caso não se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismos de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria para reproduzir nosso conteúdo, clique aqui.
Desenvolvido por Kleber Ferreira