Terça-feira
12 de Dezembro de 2017
Publicidade
Publicidade
Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017
Publicidade
Publicidade
Classificado
Fortaleza mantém invencibilidade diante do Ceará e está na semifinal da Fares Lopes
Fortaleza segue na disputa da Taça Fares Lopes, em busca da terceira vaga cearense na Copa do Brasil 2018. (Foto: Reprodução/ O Povo)
Em 12/10/2017 às 07:00

O Fortaleza manteve a invencibilidade de mais de dois anos diante do Ceará e carimbou a classificação para a semifinal da Taça Fares Lopes ao vencer o maior rival por 2 a 1. Com o triunfo, o Tricolor do Pici segue na competição que pode dar ao time uma vaga direta para a Copa do Brasil 2018, principal objetivo do clube no torneio da Federação Cearense de Futebol.

O Leão encaminhou a classificação com os gols de Vinicius Pacheco e Paulo Sérgio, um em cada tempo. O Ceará diminuiu no fim do segundo tempo com Arthur. Na semifinal, o Fortaleza enfrenta o Iguatu, que eliminou o Icasa. A data da partida ainda não foi definida pela FCF. A outra semi será entre Guarani de Juazeiro e Floresta, nos dias 15 e 21 de outubro.

Um dos protagonistas do jogo, Vinicius Pacheco mostrou que ainda pode ser útil ao Fortaleza. Com poucas chances na Série C, Pacheco só participou de quatro partidas na competição, jogando 60 minutos ao todo, menos do que os 90 minutos em campo no Clássico-Rei. Diante do Ceará, o meia correspondeu, armando as jogadas junto a Adenilson e marcando o seu primeiro gol com a camisa do Tricolor.

O JOGO
O Ceará começou melhor a partida e levou perigo logo aos 2 minutos de jogo. Após finalização de Rafael Carioca, o goleiro Max Wallef espalmou e quase Arthur aproveitava o rebote para balançar as redes, mas a zaga do Tricolor foi mais rápida e afastou o perigo. Em seguida, o Fortaleza fez a primeira substituição, sacando Aldo e promovendo a entrada de Jonathas.

Até os 15 minutos, a única chance clara de gol foi a criada em jogada por Rafael Carioca. O Ceará levava a melhor com mais posse de bola, enquanto o Leão investia nos contra-ataques.

A partida começou a melhorar para o Leão aos 16 minutos em jogada de Gabriel Pereira, que invadiu a área e finalizou, mas Fernando Henrique salvou o Ceará. O Tricolor passou a criar as melhores jogadas.

O Fortaleza ainda levou perigo com Adenilson, Vinicius Baiano e Gabriel Pereira antes de balançar as redes pela primeira vez. Aos 36 minutos, Danilo cruzou e Vinicius Baiano empurrou para o fundo do barbante, mas o árbitro marcou o impedimento.

No fim do primeiro tempo, Adenilson foi derrubado por João Marcos dentro da área. Vinicius Pacheco cobrou e abriu o placar da partida.

No segundo tempo, o Fortaleza continuou melhor e, logo aos 4 minutos, ampliou com um golaço do atacante Paulo Sérgio. Em desvantagem no placar, o Ceará tentou reagir mandando a campo Magno Alves e Cafu nos lugares de João Marcos e Lelê. Do lado do Leão, o volante Andrei substituiu o meia Adenilson, fechando o setor defensivo do Tricolor.

Com as substituições, o Ceará teve uma leve melhora. O técnico do Vovô Daniel Azambuja ainda mandou a campo Rafinha no lugar de Pio, colocando o time todo para o ataque. Já o Leão fez sua última mudança tirando Vinicius Baiano para promover a entrada de Romarinho.

Aos 32 minutos, o Ceará levou perigo com a dupla Rafinha e Magno Alves. Em sequência, os dois foram parados pelo goleiro Max Wallef. Aos 43, Magno Alves recebeu de Arthur e, de novo, parou em Max Wallef. Aos 48, o Tricolor, com Vinicius Pacheco, teve chance de marcar o terceiro. Com Fernando Henrique fora do gol, o meia tinha tudo para ampliar, mas acabou perdendo a passada e perdeu o controle da bola, sendo desarmado. Logo em seguida, o árbitro Glauco Feitosa apitou o fim da partida.

CEARÁ
TÉCNICO: DANIEL AZAMBUJA

4-2-3-1:
Fernando Henrique, Pio (Rafinha), Tiago Alves, Valdo, Rafael Carioca; João Marcos (Magno Alves) e Jackson Caucaia, Pedro Ken, Felipe Menezes; Lelê (Cafu), Arthur

FORTALEZA
TÉCNICO: DANIEL FRASSON

4-3-3:
Max Walef, Jefferson, Guilherme, Del´Amore, Danilo; Aldo (Jonathas), Vinicius Pacheco e Adenilson (Andrei); Vinícius Baiano (Romarinho), Paulo Sérgio, Gabriel Pereira

Cartões amarelos: Andrei (FOR), Max Wallef (FOR) Jonathas (FOR), Jackson Caucaia (CEA), Valdo(CEA), Jefferson (FOR) e Pio (CEA)

Opovo

Publicidade
Compartilhe
Comentários
Publicidade
Publicidade
TJ Seguros
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
© ACONTECEU, TÁ NO MISÉRIA
A reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash, etc) do portal só é permitida com o devido crédito da fonte e, caso não se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismos de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria para reproduzir nosso conteúdo, clique aqui.
Desenvolvido por Kleber Ferreira