Sábado
20 de Janeiro de 2018
Publicidade
Publicidade
Sábado, 20 de Janeiro de 2018
Publicidade
Publicidade
Uma pessoa foi presa
Diplomas falsificados facilitam ingresso em universidades do Cariri, diz diretor do CEJA
Funcionando desde 2001, o CEJA teme que a instituição se prejudique após falsificação de diplomas (Foto: Felipe Azevedo/Agência Miséria)
Em 23/11/2017 às 06:10

Por Felipe Azevedo/Agência Miséria
 

Uma mulher foi presa ao falsificar um diploma de conclusão do Ensino Médio do Centro de Educação de Jovens e Adultos (CEJA) em Juazeiro do Norte. O fato aconteceu na semana passada, mas apenas na última terça-feira (21), veio a público. O nome da estudante não foi divulgado.

A denúncia foi feita pelo diretor do CEJA, professor Moreira Firmino, que percebeu que tratava-se de documento adulterado quando a aluna foi até a instituição pedir uma alteração em seu diploma,  exibindo  assinatura falsa do próprio diretor. Ao concluir a irregularidade, o professor acionou a Polícia Militar, que efetuou o flagrante.

Segundo Firmino, esse é um problema antigo e que recentemente se intensificou. "A demanda dos estabelecimentos por funcionários com ensino médio cresceu, o que  aumenta a produção de diplomas falsos", diz. Com esta prática, diversas instituições de ensino superior na região matriculam alunos sem que tenham concluído o ensino médio, diz ainda o gestor.

Funcionando desde 2001, professores e estudantes do CEJA temem que a instituição coordenada pela CREDE-19, tenha a imagem prejudicada por conta das falsificações. São 46 professores que se revesam para atender cerca de 3 mil alunos do Cariri e cidades de estados vizinhos.

Publicidade
Compartilhe
Comentários
Publicidade
Publicidade
TJ Seguros
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
© ACONTECEU, TÁ NO MISÉRIA
A reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash, etc) do portal só é permitida com o devido crédito da fonte e, caso não se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismos de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria para reproduzir nosso conteúdo, clique aqui.
Desenvolvido por Kleber Ferreira