Sábado
20 de Janeiro de 2018
Publicidade
Publicidade
Sábado, 20 de Janeiro de 2018
Publicidade
Publicidade
Amigos do Icasa
Associação deve entrar com mandado de segurança para barrar leilão do CT
CT Praxedão é de propriedade da Associação Amigos do Icasa e o clube juazeirense utiliza as dependências (Foto: Guto Vital/Agência Miséria)
Em 04/12/2017 às 11:25

Por João Boaventura Neto
 

A Associação Amigos do Icasa vai entrar com mandado de segurança visando barrar o leilão do Centro de Treinamentos Praxedão. A informação é do advogado Hamilton Simão, representante jurídico da associação detentora do CT utilizado pelo Icasa. 

O leilão, para pagar dívidas trabalhistas, está agendado para acontecer na próxima quinta-feira (7), de acordo com o Processo n. 0000811-36.2012.5.07.0028 do TRT-7 (Tribunal Regional do Trabalho).

A reportagem do site Miséria conversou com Hamilton Simão, ele revelou o motivo de entrar com o mandado de segurança. De acordo com o advogado, a falta de despacho da justiça em relação um agravo de petição, protocolizado em 13 de novembro, motivou o pedido de mandado de segurança.

Hamilton destacou ainda que fez a defesa em tempo hábil, mas como a justiça passa por mudança no sistema, o juiz apreciou com intempestivo [fora do prazo]. “Na prática, se o juiz der vista do meu recurso hoje, não há prazo para a outra parte se pronunciar, já que eles teriam oito dias para se pronunciar, mas o leilão já na próxima quinta-feira”, ponderou.

Em favor da associação, consta que o terreno, onde está o CT Praxedão, foi doado pelo município. De acordo com o documento de doação, o imóvel não poderá, em hipótese alguma ser alienado, vendido, permutado, cedido ou emprestado, inclusive não respondendo por dívidas fiscais, trabalhistas ou previdenciárias.

Publicidade
Compartilhe
Comentários
Publicidade
Publicidade
TJ Seguros
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
© ACONTECEU, TÁ NO MISÉRIA
A reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash, etc) do portal só é permitida com o devido crédito da fonte e, caso não se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismos de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria para reproduzir nosso conteúdo, clique aqui.
Desenvolvido por Kleber Ferreira