Domingo
22 de Julho de 2018
Publicidade
Publicidade
Domingo, 22 de Julho de 2018
Publicidade
Publicidade
Discurso

Em caravana pelo Rio, Lula culpa Lava Jato por mazelas do Estado

Em 07/12/2017 às 11:15
Compartilhar
Ex-presidente visitou Maricá, única cidade no estado administrado por um governante petista (Foto: Reprodução)

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva alfinetou velhos aliados na noite desta quarta-feira (6). Em Maricá -única cidade do Rio de Janeiro que é administrada por um petista-, Lula listou casos de governantes detidos em decorrência da Operação Lava Jato para afirmar que a "política entrou num processo de destruição no Rio".

Sem citar o nome desses políticos -apenas cargos- Lula disse que "o Rio de Janeiro vai voltar a ter gente honesta governando".

Na cidade, ele ironizou ainda o ex-prefeito do Rio Eduardo Paes (PMDB), que, em um grampo, aparece dizendo que Maricá "é uma merda de lugar". Curiosamente, o diálogo se deu no ano passado com o próprio Lula, à época seu aliado. Paes comparava a cidade a Atibaia, onde fica um sítio que era usado pelo petista.

No palanque, Lula disse lamentar que não estivesse ali um ex-prefeito que nunca visitara a cidade, referência a Paes.

O ex-presidente também responsabilizou a Lava Jato pelas mazelas do Estado.

"A Lava Jato não pode fazer o que está fazendo com o Rio", disse Lula.

O petista continuou: "Não pode, por causa de meia dúzia que eles dizem que roubou, mas ainda não provaram, causar esse prejuízo".

Funcionários da Prefeitura chegaram uniformizados à praça da Matriz por volta das 17h, para acompanhar o evento com o ex-presidente.

 

noticiasaominuto

Publicidade
Compartilhe
Comentários
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
© ACONTECEU, TÁ NO MISÉRIA
Quer reproduzir nosso conteúdo no seu blog ou site? Estabeleça uma parceria clicando aqui.
Desenvolvido por Kleber Ferreira