Sexta-feira
19 de Outubro de 2018
Publicidade
Publicidade
Sexta-feira, 19 de Outubro de 2018
Publicidade
Publicidade
Na China

Vinte e um condenados a prisão por incêndio em lar de idosos

Em 07/12/2017 às 19:40
Compartilhar
Incêndio em asilo no centro do país deixou 38 mortos, anunciou a agência oficial Nova China (Foto: Reprodução/ Notícias ao Minuto)

Vinte e uma pessoas, entre as quais funcionários, foram condenadas nesta quinta (7) na China a penas de prisão pelo incêndio num lar de idosos no centro do país que matou 38 pessoas, anunciou a agência oficial Nova China.

Entre os acusados, que compareceram três vezes em tribunal, estava o representante legal do lar de Kangleyuan, um estabelecimento privado situado na província de Henan, que foi condenado a nove anos de prisão por ter feito uma extensão ilegal nas instalações.

O construtor civil, que utilizou materiais inflamáveis para construir esse anexo onde o incêndio deflagrou, foi condenado a seis anos e meio de prisão.

Os restantes acusados, entre os quais bombeiros, trabalhadores e gerentes de centros com assistência médica, foram condenados a penas entre 30 meses e oito anos de prisão.

Após o incêndio, as autoridades chinesas deram como provado que as saídas de emergência não estavam em conformidade com as normas e que as inspeções de segurança, a supervisão das instalações elétricas e o protocolo a seguir em caso de acidente apresentavam falhas.

NoticiasaoMinuto

Publicidade
Compartilhe
Comentários
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
© ACONTECEU, TÁ NO MISÉRIA
Quer reproduzir nosso conteúdo no seu blog ou site? Estabeleça uma parceria clicando aqui.
Desenvolvido por Kleber Ferreira