Quarta-feira
24 de Janeiro de 2018
Publicidade
Publicidade
Quarta-feira, 24 de Janeiro de 2018
Publicidade
Publicidade
Resgate de presos

Suspeito de envolvimento em morte de PM em Milhã é morto em confronto; outros 2 são presos

Policial militar morreu em troca de tiros em Milhão (Foto: Arquivo pessoal)
Em 13/12/2017 às 13:55

Um dos suspeitos de envolvimento no ataque à Cadeia Pública de Milhã na manhã desta terça-feira (12), que resultou na fuga de três detentos e no assassinato de um sargento da Polícia Militar (PM), foi morto durante um confronto com policiais na tarde de ontem, quando tentava fugir do município. Além dele, outros dois homens foram presos em Fortaleza, após investigações apontarem ambos como participantes da ação criminosa.

As informações são do comandante da Área Integrada de Segurança (AIS) 20, tenente-coronel Gilberto Calixto, que ressaltou que um dos suspeitos capturados pela polícia seria o chefe da quadrilha. Conforme diz, os três presos que foram resgatados da Cadeia Pública de Milhã ainda não foram recapturados, mas os agentes seguem a procura dos detentos e dos demais criminosos envolvidos no ataque.

Ação ousada

De acordo com a PM, cerca de dez criminosos armados com fuzis, pistolas e revólveres chegaram à Cadeia Pública de Milhã por volta de 8h desta terça-feira. O 2º sargento da PM, Izaías dos Santos Lima, reagiu, trocou tiros com a quadrilha e acabou sendo baleado na cabeça.

Após atirar no policial, o bando conseguiu resgatar os detentos Francisco Davi Cavalcante Nicolau; Cícera Michele Feitosa de Oliveira, que estavam presos por tráfico; e João Eduardo Viana dos Santos, que responde por roubo, de acordo com Secretaria da Justiça e Cidadania (Sejus). Os dois primeiros haviam sido presos no último dia 8, durante a Operação "Ilha de Guantánamo", que teve como objetivo combater ações criminosas na cidade de Milhã.

Segundo o tenente-coronel Gilberto Calixto, o militar alvejado chegou a ser levado ao Hospital Municipal de Milhã. A Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) foi acionada para tentar transferir o PM para outra unidade de saúde, mas ele morreu antes da transferência. O sargento Izaías servia a PMCE há 19 anos e era lotado na 2ª Companhia do 9º BPM.

Fonte: Diário do Nordeste

Publicidade
Compartilhe
Comentários
Publicidade
Publicidade
TJ Seguros
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
© ACONTECEU, TÁ NO MISÉRIA
Quer reproduzir nosso conteúdo no seu blog ou site? Estabeleça uma parceria clicando aqui.
Desenvolvido por Kleber Ferreira