Domingo
21 de Janeiro de 2018
Publicidade
Publicidade
Domingo, 21 de Janeiro de 2018
Publicidade
Publicidade
Agronegócio
Produtores apostam no plantio irrigado de abacaxi
Região possui clima e solo favoráveis ao cultivo do abacaxi, segundo a Ematerce (Foto: Jornal do Cariri)
Em 02/01/2018 às 09:20

Agricultores estão apostando no plantio irrigado de abacaxi em pequenas áreas da zona rural de Juazeiro do Norte. A qualidade da produção tem deixado os produtores rurais satisfeitos, a ponto de pensarem em investir na produção em longa escala. A iniciativa conta com o apoio da Empresa de Assistência Técnica de Extensão Rural do Ceará (Ematerce). O órgão afirma que o Cariri tem condições favoráveis para se tornar um grande produtor local e incentiva os pequenos agricultores.

Depois investir no cultivo de goiaba e hortaliças, Jorge Paulo Santos decidiu apostar no plantio de abacaxi irrigado e, apesar do pouco tempo dedicado à atividade, ele conta que está surpreso com as primeiras colheitas. “Nós buscamos o apoio da Ematerce e temos nos especializado no plantio do fruto. Hoje, eu tenho dois mil pés de abacaxi numa área de 50m2. O nosso abacaxi é de qualidade, doce e os feirantes têm se agradado do nosso produto. Estou muito satisfeito, cliente é o que não falta”, conta o produtor.

De acordo com Sérgio Linhares, gerente local da Ematerce, o Cariri possui solo e clima favoráveis ao plantio do abacaxi. “Aqui faz sol praticamente o ano inteiro, o que reduz a quantidade de fungos e pragas que podem prejudicar a plantação. Além disso, temos um solo rico e água subterrânea que pode ser utilizada para o cultivo irrigado. A nossa região tem um grande potencial que deve ser explorado. O abacaxi produzido no Cariri estimula o produtor local e aquece o comércio. É importante mencionar que, abastecido pelo que é produzido aqui, o mercado acaba tendo um custo mais baixo, tendo em vista que há uma economia com transporte”, explica Sérgio Linhares.

Segundo a Ematerce, atualmente, Juazeiro conta com produção do fruto no Sítio São Gonçalo e Sabiá. “Os pequenos agricultores estão observando que o abacaxi traz uma boa rentabilidade. No varejo, em média, é vendido por R$ 3,00. Hoje, contamos com dois produtores, mas a expectativa é de que, este ano, tenhamos um número maior de agricultores cultivando o fruto e que dentro de alguns anos esses produtores possam abastecer parte do mercado local, com apoio de outros municípios como Crato e Barbalha”, diz Sérgio Linhares.

Fonte: Jornal do Cariri

Publicidade
Compartilhe
Comentários
Publicidade
Publicidade
TJ Seguros
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
© ACONTECEU, TÁ NO MISÉRIA
A reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash, etc) do portal só é permitida com o devido crédito da fonte e, caso não se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismos de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria para reproduzir nosso conteúdo, clique aqui.
Desenvolvido por Kleber Ferreira