Sexta-feira
19 de Outubro de 2018
Publicidade
Publicidade
Sexta-feira, 19 de Outubro de 2018
Publicidade
Publicidade
Crime

Homem transita por horas em Fortaleza com mulher morta na garupa de moto

Em 02/01/2018 às 14:35
Compartilhar
Imagem Ilustrativa (Foto: Reprodução/Internet)

Um homem é apontado por testemunhas como autor de espancamento e morte de uma mulher na noite da última segunda-feira, 1º. Os moradores do bairro Mondibim, em Fortaleza, presenciaram ele transitando com a mulher morta durante horas pelas ruas do local, nas proximidades da lagoa da Libânia, onde o corpo foi abandonado. 

A reportagem apurou que a vizinhança toda viu o homem transitando com a mulher morta na garupa da moto. O corpo ficava caído sobre ele, que parou em uma borracharia e também na calçada de uma residência.

Conforme a fonte, em uma das paradas ele perguntou se havia alguma farmácia aberta e parecia tranquilo. Já a mulher parecia sem vida e cheia de hematomas. Após transitar na área durante horas, o homem teria abandonado o corpo às margens da lagoa.

Na ocasião, conforme o relato, ele ainda bateu a cabeça da vítima várias vezes contra o tanque da motocicleta. Todo o crime foi testemunhado por um casal que namorava nas proximidades da lagoa e assistiu à cena.

Entre os vizinhos não há informações sobre a mulher morta. As pessoas não a conhecem e também não sabem identificar o homem, mas relatam que ele conversava e aparentava tranquilidade.

A Polícia esteve no local. Até o momento, o corpo ainda não havia sido identificado. Segundo a Polícia Civil,  investigações acerca do achado de cadáver estão a cargo da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). A Perícia Forense constatou lesões provocadas por um objeto contundente. O corpo segue sem identificação. As apurações mostram que o corpo foi jogado na lagoa por um homem em uma motocicleta.

"Após o fato, o suspeito se evadiu e populares acionaram a Polícia Militar do Estado do Ceará, por meio da Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops)", informou a Polícia Civil.

Fonte: O Povo

Publicidade
Compartilhe
Comentários
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
© ACONTECEU, TÁ NO MISÉRIA
Quer reproduzir nosso conteúdo no seu blog ou site? Estabeleça uma parceria clicando aqui.
Desenvolvido por Kleber Ferreira