Domingo
22 de Julho de 2018
Publicidade
Publicidade
Domingo, 22 de Julho de 2018
Publicidade
Publicidade
Tiroteio em Orós

Suspeitos de uma série de crimes em Icó morrem em confronto com a polícia em Orós

Por Agência Miséria
Em 03/01/2018 às 11:00
Compartilhar
(Foto: Richard Lopes)

Atualizada às 12h19

Por  volta das 6h desta quarta-feira (3), policiais militares do Cotar, receberam uma denúncia acerca de  uma casa no Sítio Montante, no município de Orós, que pessoas em atitudes suspeitas estariam escondidos em uma residência. Ao se aproximarem do local, a polícia foi recebida a tiros e revidou.

Dois suspeitos morreram durante o confronto. São eles Raimundo Nonato Rodrigues Nunes, 23 anos, natural de Icó, residente no Posto Continental e Lucas De Freitas Pereira, de 23 anos, conhecido por Luquinha, residente na rua do Cruzeirinho.

APREENSÕES

Com os homens os  policiais do batalhão de choque apreenderam três pistolas de calibres ponto 40, 45 e 380 e dezenas de munições intactas  e deflagradas com cinco carregadores. Três mulheres que estavam com os suspeitos foram conduzidas a Delegacia Regional de Polícia Civil de Icó e apresentadas ao delegado Erlon Leite Fernandes dos Reis para procedimento.

Com os acusados, foram apreendidos um carro modelo Astra com inscrição de Feira de Santana-BA que havia sido roubado na noite desta terça-feira (2) na ponte Piquet Carneiro de Icó e uma motocicleta. Os homens são os principais suspeitos de uma série de crimes em Icó.

CRIMES

No último dia 22 de outubro do ano passado, a funcionária pública municipal, Maria das Graças Pinheiro do Monte, de 49 anos foi fuzilada com dezenas de tiros de pistola por uma dupla de moto em frente a sua residência na rua do Matadouro. Maria teria sido morta pelo fato de ter amizade com a polícia. Os matadores fugiram na época após matar Maria das Graças.

Outro crime atribuído aos suspeitos mortos é o do comerciante  Cleriston Paulo Bezerra Batista, conhecido por Bombom. O comerciante foi morto a tiros de pistola dentro de seu estabelecimento e toda ação foi captada por câmeras. Bombom tinha 32 anos de idade.

Outra morte que pesa contra o trio é a do agropecuarista Raimundo Pequeno Landim, de 53 anos, conhecido por Raimundinho, eliminando com vários tiros de pistola no último domingo, dia 31, na rua Ilídio Sampaio, quando aguardava com familiares a passagem de ano. Os matadores deixaram uma moto em um beco a pé e de cara limpa foram em direção a vítima abrindo fogo para fugir em seguida.
 
Todas as mortes estão sendo investigadas pelo delegado Erlon Leite.

Com informações do correspondente Richard Lopes

Publicidade
Compartilhe
Comentários
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
© ACONTECEU, TÁ NO MISÉRIA
Quer reproduzir nosso conteúdo no seu blog ou site? Estabeleça uma parceria clicando aqui.
Desenvolvido por Kleber Ferreira