Quarta-feira
24 de Outubro de 2018
Publicidade
Publicidade
Quarta-feira, 24 de Outubro de 2018
Publicidade
Publicidade
Vítimas de violência

101 pessoas morreram durante crise de segurança no RN, diz instituto

Em 03/01/2018 às 15:10
Compartilhar
Secretário de Finanças de São José do Campestre foi assassinado no sábado (23); dentro do carro estava a mãe dele, que é prefeita da cidade (Foto: Reprodução)

O Observatório da Violência Letal Intencional (OBVIO) – instituto que contabiliza os crimes contra a vida no Rio Grande do Norte – divulgou uma lista com o nome de 101 pessoas mortas durante a greve dos policiais e bombeiros militares no estado. Os dados não são oficiais.

Com salários atrasados, a Polícia Militar, o Corpo de Bombeiros e a Polícia Civil estão paralisados. Eles pedem regularização dos salários e melhores condições de trabalho. Desde o dia 19 de dezembro, PMs se negam a sair dos batalhões da capital e do interior e policiais civis trabalham em regime de plantão.

A Justiça considerou a paralisação ilegal, mas a PM decidiu manter a posição de não ir às ruas. Em 2017, o Supremo Tribunal Federal disse que greve de polícia e de agente penitenciário é sempre ilegal.

Fonte: G1 RN

Publicidade
Compartilhe
Comentários
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
© ACONTECEU, TÁ NO MISÉRIA
Quer reproduzir nosso conteúdo no seu blog ou site? Estabeleça uma parceria clicando aqui.
Desenvolvido por Kleber Ferreira