Quarta-feira
24 de Janeiro de 2018
Publicidade
Publicidade
Quarta-feira, 24 de Janeiro de 2018
Publicidade
Publicidade
Vítimas de violência

101 pessoas morreram durante crise de segurança no RN, diz instituto

Secretário de Finanças de São José do Campestre foi assassinado no sábado (23); dentro do carro estava a mãe dele, que é prefeita da cidade (Foto: Reprodução)
Em 03/01/2018 às 15:10

O Observatório da Violência Letal Intencional (OBVIO) – instituto que contabiliza os crimes contra a vida no Rio Grande do Norte – divulgou uma lista com o nome de 101 pessoas mortas durante a greve dos policiais e bombeiros militares no estado. Os dados não são oficiais.

Com salários atrasados, a Polícia Militar, o Corpo de Bombeiros e a Polícia Civil estão paralisados. Eles pedem regularização dos salários e melhores condições de trabalho. Desde o dia 19 de dezembro, PMs se negam a sair dos batalhões da capital e do interior e policiais civis trabalham em regime de plantão.

A Justiça considerou a paralisação ilegal, mas a PM decidiu manter a posição de não ir às ruas. Em 2017, o Supremo Tribunal Federal disse que greve de polícia e de agente penitenciário é sempre ilegal.

Fonte: G1 RN

Publicidade
Compartilhe
Comentários
Publicidade
Publicidade
TJ Seguros
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
© ACONTECEU, TÁ NO MISÉRIA
Quer reproduzir nosso conteúdo no seu blog ou site? Estabeleça uma parceria clicando aqui.
Desenvolvido por Kleber Ferreira