Segunda-feira
22 de Janeiro de 2018
Publicidade
Publicidade
Segunda-feira, 22 de Janeiro de 2018
Publicidade
Publicidade
BC
Brasil volta a registrar mais entradas de dólares do que saídas
Segundo o BC, o comércio exterior foi o único responsável pelo ingresso de dólares em 2017 (Foto: Reprodução)
Em 03/01/2018 às 17:45

O Brasil encerrou o ano de 2017 com pequena entrada de dólares. Dados apresentados nesta quarta-feira pelo Banco Central mostram que o ano passado terminou com ingresso líquido de 625 milhões de dólares (aproximadamente 2 bilhões de reais). O número mostra reversão da tendência registrada em 2016, quando 4,252 bilhões de dólares deixaram o Brasil.

Um dia após a divulgação do resultado recorde da balança comercial no ano passado, números do BC mostraram que o comércio exterior foi o único responsável pelo ingresso de dólares em 2017. Ao todo, o fluxo comercial gerou entrada líquida de  52 924 bilhões de dólares. A cifra é resultado de exportações totais de 195,612 bilhões de dólares que superaram com folga a importação de 142,688 bilhões de dólares.Nas exportações, estão incluídos 28,506 bilhões de dólares em Adiantamento de Contrato de Câmbio (ACC), 53,832 bilhões de dólares que ingressaram no país através de operação de Pagamento Antecipado (PA) e 113,274 bilhões de dólares em outras transações destinadas ao exportador.

No segmento financeiro, ao contrário, a saída de dólares subiu ligeiramente. Segundo o BC, o segmento terminou o ano passado com fuga de 52,299 bilhões de dólares, mais que a saída de 51,562 bilhões de dólares vista em 2016.

A saída de mais de 52 bilhões de dólares em 2017 foi resultado da remessa total de 535,023 bilhões de dólares, montante que superou o ingresso total de 482,724 bilhões de dólares no ano. O segmento reúne os investimentos estrangeiros diretos e em carteira, remessas de lucro e pagamento de juros, entre outras operações.

 

veja

Publicidade
Compartilhe
Comentários
Publicidade


Publicidade
TJ Seguros
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
© ACONTECEU, TÁ NO MISÉRIA
A reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash, etc) do portal só é permitida com o devido crédito da fonte e, caso não se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismos de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria para reproduzir nosso conteúdo, clique aqui.
Desenvolvido por Kleber Ferreira