Quarta-feira
23 de Maio de 2018
Publicidade
Publicidade
Quarta-feira, 23 de Maio de 2018
Publicidade
Publicidade
Comparação com 2016

Número de fugas no Sistema Prisional de Alagoas cai 34% em 2017, diz secretaria

Em 06/01/2018 às 16:30
Compartilhar
Quantidade de fugas nos presídios em Alagoas caiu em 2017. (Foto: Seris/Divulgação)

A quantidade de fugas no Sistema Prisional de Alagoas caiu 34,5% entre 2016 e 2017, de acordo com informações divulgadas pela Secretaria de Estado da Ressocialização e Inclusão Social (Seris) neste sábado (6).

A Seris não divulgou os números absolutos das fugas, mas o órgão informou que a diminuição se deve às operações nos módulos dos presídios, que foram intensificadas. Durante essas varreduras, objetos ilícitos foram recolhidos e tirados das mãos dos detentos.

Além disso, mais de seis mil presos foram transferidos entre os presídios da capital e do interior do estado neste período. Essa movimentação levou em conta informações levantadas pelo serviço de inteligência do órgão, que detectava possíveis rivalidade entre presos de diferentes facções criminosas.

“As operações garantem a manutenção da ordem, segurança. Disciplina e vigilância nos presídios. Estamos sempre observando atentamente a conduta da população carcerária. Desta forma, prevenimos toda e qualquer ação criminosa contra a ordem e a disciplina do Sistema Penitenciário”, explica Milton Pereira, agente e chefe especial das unidades penitenciárias.

Outras ações apontadas pela secretaria e que colaboraram com a redução dos números são a capacitação dos servidores, por meio da Escola Penitenciária, e a modernização tecnológica.

Os agentes contam com banquetas, scanners de volume de mão e raquetes detectoras de metais, além de armamento, munições e veículos novos.

“A modernização e o aparelhamento da força prisional são de suma importância para a manutenção da ordem e segurança nos presídios. Garantir que exista um ambiente digno, ordeiro e condizente com as políticas de resgate social implementadas pela Seris é a nossa missão”, conclui Pereira.

Fonte: G1 AL

Publicidade
Compartilhe
Comentários
Publicidade
Publicidade
TJ Seguros
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
© ACONTECEU, TÁ NO MISÉRIA
Quer reproduzir nosso conteúdo no seu blog ou site? Estabeleça uma parceria clicando aqui.
Desenvolvido por Kleber Ferreira