Segunda-feira
22 de Outubro de 2018
Publicidade
Publicidade
Segunda-feira, 22 de Outubro de 2018
Publicidade
Publicidade
Fake news

Google suspende recurso de checagem de fatos após falha de algoritmo

Em 22/01/2018 às 08:55
Compartilhar
(Foto: Reprodução/ Terra)

A Google lançou em 2016 uma função para combater as fake news, o Fact Check. Mas, agora, apenas alguns meses depois de a funcionalidade entrar em atividade, um de seus recursos foi suspenso.

A decisão foi tomada após o Fact Check apresentar um erro de algoritmo na verificação de uma notícia do portal Daily Caller. O artigo sobre o time de investigações de Robert Mueller, do Conselho Especial dos Estados Unidos, havia sido notificado como falso e atribuído ao Washington Post.

De acordo com um porta-voz da Google ao Daily Caller, a empresa sabia que seriam encontrados desafios no sistema que faz a verificação dos fatos para os editores, mas que agora ficou claro que a ferramenta não pode oferecer a qualidade desejada aos usuários.

No entanto, a Google deixou claro que não é exatamente o Fact Check em si que vai deixar de funcionar, mas sim a função de reivindicações, que foi onde começou o problema. As reivindicações mostram quais foram os veículos ou organizações que contestaram as notícias como falsas, verdadeiras ou "meio termo".

A Google já retirou a reivindicação dos resultados de busca e o portal Daily Caller, acusado erroneamente de noticiar conteúdo falso, já se retratou.

O Fact Check chegou a ser anunciado em nível global, e até mesmo no Brasil, mas, na prática, a ferramenta ainda não chegou por aqui.

Terra

Publicidade
Compartilhe
Comentários
Publicidade
Publicidade
Publicidade
TJ Seguros
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
© ACONTECEU, TÁ NO MISÉRIA
Quer reproduzir nosso conteúdo no seu blog ou site? Estabeleça uma parceria clicando aqui.
Desenvolvido por Kleber Ferreira