Terça-feira
23 de Outubro de 2018
Publicidade
Publicidade
Terça-feira, 23 de Outubro de 2018
Publicidade
Publicidade
Píton africana de 2,4 metros

Britânico morre estrangulado pela própria cobra de estimação

Em 25/01/2018 às 15:10
Compartilhar
Tiny, a Píton de 2,4 metros de comprimento, asfixiou seu dono, Dan Brandon, amante de animais peçonhentos. Dan criava em seu quarto 12 tarântulas e mais 10 cobras (Foto: Reprodução/Facebook)

A polícia britânica acredita que um homem de 31 anos encontrado morto em sua casa em agosto foi assassinado por sua cobra de estimação, uma píton africana de 2,4 metros de comprimento.

Dan Brandon foi encontrado morto por sua mãe, Babs, em seu quarto na cidade de Church Crookham, na Inglaterra. A cobra, chamada Tiny, estava escondida embaixo de um móvel, fora de sua gaiola.

Após apurar o caso, Andrew Bradle, investigador da polícia local, concluiu que o réptil matou seu próprio dono após se enrolar em seu pescoço. Porém, segundo o policial, a intenção não era machucar Brandon, e sim demonstrar carinho.

“Não acredito que tenha sido uma agressão nem um confronto, mas sim, uma demonstração de afeto, um momento de paz”, explicou o investigador no Tribunal britânico, segundo o The Guardian.

A autópsia concluiu que o homem, de fato, morreu de estrangulamento, pois tinha uma hemorragia atrás dos olhos, vasos sanguíneos estourados e seus pulmões estavam inchados.

Além de Tiny, Brandon mantinha outras 9 cobras e 12 tarântulas em seu quarto. Segundo sua mãe, ele começou a colecionar os animais aos 15 anos.

Babs afirmou ao Tribunal que seu filho estava ciente da força de Tiny, por isso era mais cauteloso com ela do que com as outras cobras, mas que ainda assim a amava. “Ela era seu bebê. Ele o amava “, disse a mãe, que agora cuida das cobras do filho.

Fonte: Veja

Publicidade
Compartilhe
Comentários
Publicidade
Publicidade


Publicidade
TJ Seguros
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
© ACONTECEU, TÁ NO MISÉRIA
Quer reproduzir nosso conteúdo no seu blog ou site? Estabeleça uma parceria clicando aqui.
Desenvolvido por Kleber Ferreira