Domingo
25 de Fevereiro de 2018
Publicidade
Publicidade
Domingo, 25 de Fevereiro de 2018
Publicidade
Publicidade
Abuso sexual

Ilusionista David Copperfield é acusado de violentar adolescente

Em 25/01/2018 às 15:25
Compartilhar
O mágico David Copperfield durante a anunciação de seu primeiro show na Austrália em 10 anos no Brisbane Entertainment Centre, em Brisbane, na Austrália (Foto: Bradley Kanaris/Getty Images)

Badalado como o “melhor ilusionista do mundo” nos anos 1980, o mágico David Copperfield entrou na lista de famosos acusados de abuso sexual. Em reportagem do site The Wrap, publicada na noite desta quarta-feira, a ex-modelo Brittney Lewis alega que foi drogada e violentada por ele em 1988, quando tinha apenas 17 anos.

Os dois teriam se conhecido no Japão, onde ela participou do concurso Look of the Year, organizado pela agência de modelos Elite. Copperfield, que namorou top models como Claudia Schiffer e Chloe Gosselin, foi um dos jurados. Ao voltar para os Estados Unidos, a jovem foi convidada pelo astro para viajar com ele a San Diego, na Califórnia, e assistir a um dos seus shows. Para isso, pediu autorização para a avó dela, sua tutora.

Durante a viagem, o ilusionista tentou algumas investidas, mas Brittney dizia que eles eram “apenas amigos”. Após a apresentação, porém, ele a convidou a ir a um bar e, em determinado momento, teria colocado algo na bebida dela. “Perguntei o que era e ele disse: ‘nada, estou só compartilhando´”, ela contou. Depois disso, a modelo só lembra de flashes da noite, sendo levada para um táxi , ele usando um robe no quarto do hotel e o cheiro do bafo dele quando estava sobre ela.

“Eu lembro de minhas roupas serem tiradas”, ela diz. “Ele estava beijando meu rosto, então recordo que ele começou a descer pelo meu corpo com a cara e quando estava lá embaixo, apenas apaguei”. No dia seguinte, ele teria negado que algo aconteceu e a dispensou para casa. Lewis contou tudo para sua avó e a outras pessoas de sua confiança. Em 2007, chegou a reportar o caso ao FBI, mas o caso foi encerrado.

Conhecido pelo truque de fazer a Estátua da Liberdade desaparecer em 1983, Copperfield também sumiu e nem ele ou seus representantes foram encontrados pelo The Wrap para comentar as alegações. Porém, na mesma quarta-feira, o mágico publicou no Twitter uma mensagem de apoio ao movimento #MeToo, ainda que pedisse cautela. “Sempre escutem e considerem tudo com cuidado”, escreveu. “Mas, por favor, não se apressem no julgamento”.

Fonte: Veja

Publicidade
Compartilhe
Comentários
Publicidade
Publicidade
TJ Seguros
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
© ACONTECEU, TÁ NO MISÉRIA
Quer reproduzir nosso conteúdo no seu blog ou site? Estabeleça uma parceria clicando aqui.
Desenvolvido por Kleber Ferreira