Segunda-feira
22 de Outubro de 2018
Publicidade
Publicidade
Segunda-feira, 22 de Outubro de 2018
Publicidade
Publicidade
Em 2017

Volume de cheques sem fundo chegam a 4,1% no Ceará

Em 30/01/2018 às 06:40
Compartilhar
Volume devolvido pela segunda vez no Estado representou o 11º maior do País e o 5º entre os estados nordestinos, segundo levantamento da Serasa (Foto: Reprodução)

O volume de cheques devolvidos por falta de fundos no Ceará chegou a 4,1% no último ano, segundo balanço divulgado, ontem (29), pela Serasa Experian. O montante, que não revelou o número absoluto de devolvidos, representou a 11ª posição nacional entre todas as unidades da federação e o total por regiões.

Entre os estados nordestinos, os 4,1% dos cheques cearenses devolvidos foi o 5º da pesquisa da Serasa, atrás de Maranhão (8,81%), Piauí (5,73%), Alagoas (4,51%) e Rio Grande do Norte (4,50%).

São Paulo é o estado que menos teve volume devolvido, com um total de 1,59%, seguido por Santa Catarina (1,60%) e Paraná (1,60%) no pódio dos de melhor desempenho no levantamento da Serasa.

Balanço nacional

O volume de cheques devolvidos pela segunda vez por falta de fundo atingiu 2% no total compensado no País em 2017, de acordo com a Serasa Experian. O resultado é o mais baixo dos últimos quatro anos, retornando ao nível de 2013, segundo informou a entidade.

Em dezembro, o porcentual de devoluções foi de 1,96% na comparação com 1,93% em novembro do total de cheques movimentados. Em relação a dezembro de 2016, quando fora de 2 25%, houve queda.

Segundo afirmaram os economistas da Serasa, a retomada do crescimento econômico no Brasil, o alívio na inflação e a queda na taxa básica de juros, além do recuo gradual do nível de desemprego ajudaram a reduzir a inadimplência com cheques no último ano no País.

Nordeste lidera

A região Nordeste liderou o ranking de devoluções de documentos pela segunda vez por falta de fundo, com 3,92% do total de devolvidos, enquanto o Sul do País apresentou o menor porcentual, com 1,65%, de janeiro a dezembro do ano passado.

Entre os Estados, o Amapá ficou em primeiro lugar, com 15,42% de cheques devolvidos em 2017, de acordo com o levantamento divulgado pela Serasa. Já São Paulo registrou o menor porcentual, de 1,59%.

Fonte: Diário do Nordeste

Publicidade
Compartilhe
Comentários
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
© ACONTECEU, TÁ NO MISÉRIA
Quer reproduzir nosso conteúdo no seu blog ou site? Estabeleça uma parceria clicando aqui.
Desenvolvido por Kleber Ferreira