Ceará
Mais fiscalizado do NE
Combate ao trabalho escravo realiza mais de 10 mil auditorias no Ceará
Compartilhar

Combate ao trabalho escravo realiza mais de 10 mil auditorias no Ceará (Foto: Reprodução/Sintracoop-DF)

Por João Boaventura Neto
Em 30/01/2018 às 14:05
Publicidade

O Ministério do Trabalho realizou mais de 10 mil fiscalizações relativas ao cumprimento das normas trabalhistas e de segurança e saúde no trabalho em todo o Ceará durante o ano de 2017. O estado foi o sexto com o maior número de auditorias, ficando atrás apenas de estados do Sul e Sudeste.

Primeiro no ranking entre os estados do Norte e Nordeste, o Ceará passou por 10.102 auditorias. Os estados de São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro foram onde ocorreram mais ações, sendo 31.555, 27.207 e 21.808, respectivamente.

Publicidade


Em 2016, o Ministério do Trabalho havia realizado 264.562 fiscalizações, com um total de 232.506 autos de infração lavrados. Em 2017, foram 257.610 autos lavrados pelos 2.367 auditores-fiscais do Trabalho em todo país.

No combate ao trabalho análogo ao de escravo, num total de 3.786 trabalhadores alcançados pela fiscalização, 407 foram resgatados por estarem submetidos a trabalho análogo ao de escravo. Foram fiscalizadas 184 propriedades, o que resultou no pagamento de R$ 2,28 milhões.

Publicidade


Com relação ao desconhecimento das normas, o Governo Federal possui um canal de atendimento exclusivo para questões trabalhistas, o Alô Trabalho (158). Além disso, oferece o plantão de orientação trabalhista na maior parte de suas unidades em todo o Brasil.


Compartilhar

Publicidade
Mais do Site Miséria
Publicidade

Enquete
Você acredita no bom desempenho do Guarani e do Barbalha no Campeonato Cearense Série A?

Qual seu sexo?

timelineResultado Parcial
TV Miséria
Humor