Esporte
Negociação
Grêmio diz que Arthur fica até dezembro e espera nova oferta do Barça
Compartilhar

O Barcelona ofereceu 30 milhões de euros (R$ 120 milhões na cotação atual) para toda operação. O Grêmio respondeu que não abre mão do valor proporcional aos seus 60% na multa rescisória (Foto: Reprodução)

Em 05/02/2018 às 10:00
Publicidade

O Grêmio está certo de que Arthur não deixará o clube em julho deste ano, mesmo se houver acordo com o Barcelona. Depois se reunir por duas vezes com emissário do time espanhol, o Tricolor dá as tratativas pelo volante como paradas. No decorrer da próxima semana os contatos devem ser retomados com novas cifras e termos para tentativa de acerto.

O Barcelona ofereceu 30 milhões de euros (R$ 120 milhões na cotação atual) para toda operação. O Grêmio respondeu que não abre mão do valor proporcional aos seus 60% na multa rescisória. O que daria exatamente a mesma quantia, mas apenas para os cofres do Tricolor.

Publicidade


O UOL Esporte já havia mostrado que uma das pedidas do Grêmio na conversa com o Barça era a manutenção de Arthur no Brasil até o final da atual temporada.

"Nesse momento (o negócio) está parado. Passou a janela e arrefeceu o negócio. Mas posso adiantar que, na construção do negócio, o Arthur ficará conosco mais um ano. Se o negócio acontecer, ele fica até dezembro... Todas as partes entendem isso", disse Romildo Bolzan Jr., presidente do Grêmio. "Está mais ou menos ajustado que Arthur fica até o final do ano, se acontecer o negócio. Repito, se acontecer", completou.

Publicidade


Em paralelo aos encontros com o Barcelona, o Grêmio recusou uma oferta do Monaco. O fechamento da janela de transferências na Europa deverá alterar alguns itens do negócio entre o Tricolor e o clube catalão, mas estes detalhes ainda não foram revelados.

"Nesse momento o negócio está incompleto, em compasso de espera. Nesse momento é isso", apontou Bolzan Jr.

Arthur tem contrato até 2021 com o Grêmio e multa rescisória de 50 milhões de euros (R$ 200,1 milhões). Além do clube gaúcho, o investidor Celso Rigo e o empresário Jorge Machado possuem participação nos direitos econômicos do volante.

 

noticiasaominuto


Compartilhar

Publicidade
Mais do Site Miséria
Publicidade

Enquete
Você ainda usa telefone fixo em casa?

Qual seu sexo?

timelineResultado Parcial
TV Miséria
Humor