Política
Entrevista
Temer defende Cristiane Brasil, mas admite que desgaste é negativo
Compartilhar

Na entrevista, Temer ainda disse que está analisando a composição de seu novo ministério. (Foto: Reprodução)

Em 09/02/2018 às 17:50
TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE

Em mais uma entrevista para tentar angariar votos para a Reforma da Previdência, desta vez para a Rádio Guaíba, do Rio Grande do Sul, o presidente Michel Temer voltou a defender a indicação da deputada Cristiane Brasil (PTB-RJ) para o Ministério do Trabalho. "Não é questão de mérito, mas de princípio. Cabe ao presidente nomear", declarou Temer reconhecendo, no entanto, que todo esse embate e desgaste, por tanto tempo, "não foi bom".

O presidente lembrou que, com a descompatibilização a partir de abril de pelos menos 12 ministros parlamentares ou não, que estão em seu governo e querem disputar as próximas eleições, ficaria inviável se cada juiz decidisse dar uma liminar impedindo a nomeação de quem ele escolheu.

TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE


"Vou substituir 12 ou 13 ministros. Imagina se cada ministro que eu nomear, um juiz de primeiro grau impede", reclamou o presidente, insistindo que "a Constituição estabelece que é competência privativa do Presidente da República nomear".

Para Temer, "fica parecendo que cometi um equívoco jurídico, o que não é verdadeiro". E emendou: "Posso até cometer um erro administrativo ao escolher um ministro, que não é o caso, já que Cristiane Brasil é competente, trabalhadora e presta bons serviços ao País. Mas isso não é ´revisável´ por um juiz de primeiro grau. Imagina se cada ministro que eu nomear, um juiz impede?".

TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE


Ao citar as ações impetradas para impedir que Cristiane Brasil assuma o cargo, Temer disse que as cinco foram todas iguais, sugerindo o discurso que vem sendo feito por ministros de seu governo de que esta questão virou uma batalha política. Em seguida, Temer afirmou que aguarda a decisão do Supremo Tribunal Federal para decidir a questão do princípio da nomeação, que reiterou ser de sua competência.

Na entrevista, Temer ainda disse que está analisando a composição de seu novo ministério. E sem entrar em detalhes, o presidente disse que isso deve ocorrer a partir de 1º e 2 de abril.

 

noticiasaominuto


Compartilhar

Publicidade
Mais do Site Miséria
Publicidade

Enquete
Qual rede social você mais usa?

Qual seu sexo?

timelineResultado Parcial
TV Miséria
Humor