Brasil
Minas Gerais
Suspeitos de matar policial de folga morrem em tiroteio
Compartilhar

(Foto: Reprodução/ Terra)

Em 20/02/2018 às 07:45
TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE

Um tiroteio no início da tarde desta segunda-feira (19) terminou com a morte de dois homens suspeitos de matarem o policial Temístocles Machado Júnior em Montes Claros, Minas Gerais. O PM estava de folga e morreu depois de reagir a um assalto numa lanchonete no centro da cidade.

A Polícia Militar descobriu o paradeiro de Saulo Henrique Pereira Rodrigues e Pedro Henrique Cardoso Dias depois de ouvir algumas testemunhas. Os policiais teriam sido recebidos à bala enquanto faziam buscas no município. Na troca de tiros os supostos autores do assassinato do policial militar Temístocles Machado Júnior, de 30 anos, ainda chegaram a ser socorridos, mas chegaram mortos na Santa Casa de Montes Claros.

TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE


Um dos mortos é o mesmo homem que aparece nas imagens do circuito interno de tv entrando numa lanchonete e roubando os clientes em três mesas. O policial estava com outras três pessoas e tentou render o assaltante. Houve uma luta corporal entre os dois e Temístocles levou tiros no peito, virilha e perna.

Um cabo do Exército lotado no 55º Batalhão de Infantaria do Exército foi preso suspeito de participação no crime. Ele ainda não teve a identidade divulgada pela polícia e teria ajudado a esconder a dupla autora do crime e a arma usada. Em nota, o comando do batalhão informou que "não compactua com comportamentos que fujam dos princípios éticos e morais da sociedade" e que está colaborando com a investigação.
Policiais mortos durante folga

TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE


No início do mês outro caso de PM assassinado enquanto estava de folga ganhou destaque na imprensa. O soldado Rogerys Junio Gonzaga dos Reis tinha 22 anos e morreu quando deixava a namorada em casa, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Neste caso, diferentemente da morte do soldado Temístocles, Rogerys não reagiu. Ele deixava a namorada em casa quando sofreu a emboscada dos bandidos. Pouco antes do crime, Rogerys foi abordado por uma pessoa que o questionou por não ter abaixado os vidros do carro.

Três pessoas foram presas e dois adolescentes detidos por participação no crime. Um dos autores estava escondido na casa da namorada e, segundo a polícia, eles confessaram o crime.

Terra


Compartilhar

Publicidade
Mais do Site Miséria
Publicidade

Enquete
Você acredita que um dia o Padre Cícero será canonizado pela igreja? #semanadopadre

Qual seu sexo?

timelineResultado Parcial
TV Miséria
Humor