Brasil
Minas Gerais
Suspeitos de matar policial de folga morrem em tiroteio
Compartilhar

(Foto: Reprodução/ Terra)

Em 20/02/2018 às 07:45
Publicidade

Um tiroteio no início da tarde desta segunda-feira (19) terminou com a morte de dois homens suspeitos de matarem o policial Temístocles Machado Júnior em Montes Claros, Minas Gerais. O PM estava de folga e morreu depois de reagir a um assalto numa lanchonete no centro da cidade.

A Polícia Militar descobriu o paradeiro de Saulo Henrique Pereira Rodrigues e Pedro Henrique Cardoso Dias depois de ouvir algumas testemunhas. Os policiais teriam sido recebidos à bala enquanto faziam buscas no município. Na troca de tiros os supostos autores do assassinato do policial militar Temístocles Machado Júnior, de 30 anos, ainda chegaram a ser socorridos, mas chegaram mortos na Santa Casa de Montes Claros.

Publicidade


Um dos mortos é o mesmo homem que aparece nas imagens do circuito interno de tv entrando numa lanchonete e roubando os clientes em três mesas. O policial estava com outras três pessoas e tentou render o assaltante. Houve uma luta corporal entre os dois e Temístocles levou tiros no peito, virilha e perna.

Um cabo do Exército lotado no 55º Batalhão de Infantaria do Exército foi preso suspeito de participação no crime. Ele ainda não teve a identidade divulgada pela polícia e teria ajudado a esconder a dupla autora do crime e a arma usada. Em nota, o comando do batalhão informou que "não compactua com comportamentos que fujam dos princípios éticos e morais da sociedade" e que está colaborando com a investigação.
Policiais mortos durante folga

Publicidade


No início do mês outro caso de PM assassinado enquanto estava de folga ganhou destaque na imprensa. O soldado Rogerys Junio Gonzaga dos Reis tinha 22 anos e morreu quando deixava a namorada em casa, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Neste caso, diferentemente da morte do soldado Temístocles, Rogerys não reagiu. Ele deixava a namorada em casa quando sofreu a emboscada dos bandidos. Pouco antes do crime, Rogerys foi abordado por uma pessoa que o questionou por não ter abaixado os vidros do carro.

Três pessoas foram presas e dois adolescentes detidos por participação no crime. Um dos autores estava escondido na casa da namorada e, segundo a polícia, eles confessaram o crime.

Terra


Compartilhar

Publicidade
Mais do Site Miséria
Publicidade

Enquete
Você acha que deve haver leis mais duras para quem agride animais no Brasil?

Qual seu sexo?

timelineResultado Parcial
TV Miséria
Humor