Domingo
17 de Junho de 2018
Publicidade
Publicidade
Domingo, 17 de Junho de 2018
Publicidade
Publicidade
Votação pública

Chapecoense leva prêmio Laureus como Melhor Momento do Ano

Em 27/02/2018 às 19:40
Compartilhar
O prêmio foi dado pela forma com que o clube catarinense se reergueu após a tragédia ocorrida no dia 29 de novembro de 2016 (Foto: Reprodução/ Notícias ao Minuto)

A Chapecoense ganhou a categoria Melhor Momento do Esporte do prêmio Laureus nesta terça-feira, em Mônaco. A votação foi popular e se encerrou na noite de segunda, mas o resultado ficou em sigilo pelos organizadores do evento. A premiação é mais um importante marco para a história do clube catarinense, que iniciou a votação na última colocação, mas, após uma forte campanha nas redes sociais, conseguiu a vitória.

O prêmio foi dado pela forma com que o clube catarinense se reergueu após a tragédia ocorrida no dia 29 de novembro de 2016, quando 71 pessoas morreram e apenas três atletas sobreviveram, casos de Alan Ruschel, Neto e Jakson Follmann, que representou a Chapecoense na premiação. O clube foi citado como exemplo de inspiração para, através do esporte, superar as adversidades. O Laureus ainda destacou o retorno do lateral Alan Ruschel aos gramados, no dia 7 de agosto do ano passado, na partida amistosa contra o Barcelona, no Camp Nou. Ruschel jogou os primeiros 35 minutos do jogo.

Durante a votação, diversas personalidades divulgaram vídeos em que pediam a votação para a Chapecoense. O clube catarinense derrotou outros cinco candidatos, que foram escolhidos também através de votação mundial ocorrida nos últimos cinco meses. A Chape superou o The Iowa Hawkeyes e seus torcedores da "Kinnick Wave"; Bradley Lowery, o torcedor de futebol de seis anos e sua amizade com o atacante inglês Jermain Defoe; Kimi Raikkonen e seu fã de 6 anos Thomas Danel; e o piloto de automobilismo Billy Monger, de 18 anos.

O prêmio de Melhor Momentos do Esporte celebra qualidades como competição, lealdade, esportividade, drama e dedicação. A ideia é mostrar o quanto o esporte pode conseguir mudar o mundo.

A equipe catarinense também concorreu ao prêmio de melhor retorno do ano, mas perdeu para o tenista Roger Federer, que se recuperou de diversas lesões para conseguir ter mais um ano de muitas conquistas.

NoticiasaoMinuto

Publicidade
Compartilhe
Comentários
Publicidade
Publicidade
Publicidade
TJ Seguros
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
© ACONTECEU, TÁ NO MISÉRIA
Quer reproduzir nosso conteúdo no seu blog ou site? Estabeleça uma parceria clicando aqui.
Desenvolvido por Kleber Ferreira