Terça-feira
18 de Setembro de 2018
Publicidade
Publicidade
Terça-feira, 18 de Setembro de 2018
Publicidade
Publicidade
Tensão na Câmara

Em sessão mais tranquila, oposição de Abaiara chama de "pouca vergonha" boato sobre fechamento de hospital

Por Felipe Azevedo/ Agência Miséria
Em 01/03/2018 às 10:10
Compartilhar
Vereadores se reuniram na tarde desta quarta-feira e aprovaram emenda do Executivo (Foto: Guto Vital/ Agência Miséria)

Após a tensão que se instaurou na Câmara Municipal de Abaiara na semana passada, os vereadores conduziram os trabalhos de forma mais amena na tarde desta quarta-feira (28).

No último dia 21, desentendimentos entre oposição e situação mantiveram os ânimos exaltados entre vereadores e demais pessoas que assistiam a condução da mesa.

Segundo parlamentares, a discussão iniciou a partir de um boato gerado na cidade, de que a base de oposição, ao desaprovar uma emenda do Executivo, estaria ocasionando o fechamento do hospital do município por falta de recursos.

O projeto enviado à câmara pela prefeitura tratava de uma emenda para autorizar o pagamento parcelado do FGTS ao funcionalismo em 100 meses. Os vereadores ofereceram proposta de divisão em 60 vezes, mas ao final a emenda inicial prevaleceu.

Há algum tipo de ressentimento, no entanto, na base opositora do prefeito - hoje com seis vereadores, contra três da situação. Na tribuna, Regilândio Martins (PP), chamou de "pouca vergonha espalhar um boato de que nós iríamos fechar o hospital", e chamou de "covardia tentar jogar os vereadores contra o povo".

Para ler mais sobre o caso, clique aqui

Publicidade
Compartilhe
Comentários
Publicidade
Publicidade
Publicidade
TJ Seguros
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
© ACONTECEU, TÁ NO MISÉRIA
Quer reproduzir nosso conteúdo no seu blog ou site? Estabeleça uma parceria clicando aqui.
Desenvolvido por Kleber Ferreira