Segunda-feira
25 de Junho de 2018
Publicidade
Publicidade
Segunda-feira, 25 de Junho de 2018
Publicidade
Publicidade
Aeroporto de Campinas

Cinco milhões de dólares roubados em SP seguiriam para Zurique, na Suíça, diz PF

Em 05/03/2018 às 15:20
Compartilhar
Área do Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (Foto: Vaner Santos/EPTV)

A Polícia Federal (PF) confirmou na tarde desta segunda-feira (5) que os dólares roubados por uma quadrilha no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP), seguiriam para Zurique, na Suíça. A corporação confirmou que foram levados cerca de US$ 5 milhões.

Segundo a PF, o valor estava em um avião da Lufthansa que foi carregado em Guarulhos (SP) e fez uma escala em Viracopos para pegar mais carga antes de seguir viagem para a Suíça. O roubo ocorreu neste momento.

A Polícia Federal informou que abriu inquérito para investigar o roubo. Ninguém foi preso.

Como foi o roubo em Viracopos

- De acordo com informações preliminares , em seis minutos 5 milhões de dólares foram levados;
- Com um carro modelo Hilux clonado, igual ao usado pela segurança do aeroporto, criminosos acessaram os portões dos fundos da área de Viracopos.
- Primeiro derrubaram 6 metros de alambrado e entraram na estrada que dá acesso ao portão 18. Eles percorreram uma estrada interna do aeroporto rumo ao terminal de cargas.
- Se depararam com uma viatura da segurança com 2 vigias, que foram rendidos
- Seguiram até o terminal de cargas e pegaram o dinheiro
- Deixaram o local pela mesma estrada
- Saíram da área do aeroporto pelo portão 16 e fugiram

O que diz o Aeroporto

A Concessionária Aeroportos Brasil Viracopos, que administra o aeroporto, informou que colabora com as investigações, mas a investigação é de responsabilidade da Polícia Federal.

Fonte: G1

Publicidade
Compartilhe
Comentários
Publicidade
Publicidade
Publicidade
TJ Seguros
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
© ACONTECEU, TÁ NO MISÉRIA
Quer reproduzir nosso conteúdo no seu blog ou site? Estabeleça uma parceria clicando aqui.
Desenvolvido por Kleber Ferreira