Quinta-feira
21 de Junho de 2018
Publicidade
Publicidade
Quinta-feira, 21 de Junho de 2018
Publicidade
Publicidade
Nesta segunda-feira (05)

Câmara promove debate sobre o PROERD e aprova antecipação das eleições da mesa diretora

Em 05/03/2018 às 19:00
Compartilhar
(Foto: Assessoria de Comunicação)

A Câmara de vereadores realizou nesta segunda-feira, (05) sessão ordinária que contou com a presença do vice-presidente do Sindicato dos servidores municipais do Crato (Sindsmcrato) Oldak César que falou sobre o reajuste salarial dos servidores que segundo ele deve ser feito de acordo com a inflação. Também defendeu que os novos cargos sejam preenchidos a partir da realização de concursos públicos e não com processos seletivos.

Outro assunto debatido na sessão foi a respeito do PROERD (Programa educacional de resistência às drogas e à violência) pois existe um projeto de autoria do vereador Bebeto Anastácio (PODEMOS) para que o programa retorne a todas as escolas públicas municipais da cidade e tenha o incentivo da Secretaria de educação e prefeitura municipal. Estiveram presentes na sessão os Sargentos da Policia militar Aurélio Duarte e Evandro Nunes. Sargento Evandro ressaltou  que: "é uma grande alegria pois já havia uma cobrança por parte da população e era uma tristeza não termos o programa na cidade em que residimos".

A secretária de educação do município Otonite Cortez também esteve presente na sessão debatendo e prestando esclarecimentos. Ela garantiu que o PROERD estaria de volta ainda esse ano à todas as escolas e teria total apoio da secretaria, também falou sobre o inicio do ano letivo nas escolas municipais onde os alunos estarão recebendo novo fardamento, ressaltou ainda os resultados dos alunos cratenses na prova do Spaece que foi acima da média estadual.

Ainda na sessão ordinária foi aprovada com maioria dos votos uma emenda a Lei Orgânica no qual antecipa as eleições da mesa diretora. A votação foi polêmica. O vereador Amadeu de Freitas (PT) afirmou que era um casuísmo e tratava-se de um jogo político. O vereador Fernando Brasil (PP), por sua vez, foi favorável ao projeto afirmando respeitar a decisão dos colegas, porém a antecipação das eleições era favorável pois evitava mais debates e desgastes, já que era um ano eleitoral. A votação foi encerrada com 14 votos favoráveis e 5 contrários.

Com a votação dos projetos e encerramentos dos debates a sessão foi encerrada. Os trabalhos foram presididos pelo vereador Florisval Coriolano (PSDC).

Assessoria de Comunicação

Publicidade
Compartilhe
Comentários
Publicidade
Publicidade
Publicidade
TJ Seguros
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
© ACONTECEU, TÁ NO MISÉRIA
Quer reproduzir nosso conteúdo no seu blog ou site? Estabeleça uma parceria clicando aqui.
Desenvolvido por Kleber Ferreira