Domingo
24 de Junho de 2018
Publicidade
Publicidade
Domingo, 24 de Junho de 2018
Publicidade
Publicidade
Crime passional

Enciumado, homem mata professor a facadas em Várzea Alegre e sai lesionado no confronto

Por Demontier Tenório
Em 13/03/2018 às 07:15
Compartilhar
Professor Zé Cláudio morreu no local e Marcelo se encontra internado no Hospital Regional do Cariri em Juazeiro (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

Um homem morreu e outro saiu gravemente ferido num confronto com facas por volta das 18h30min desta segunda-feira na Rua Henrique da Cunha Mendes, 275 (Bairro Zezinho Costa) perto do terminal rodoviário de Várzea Alegre. A polícia soube que uma pessoa gritava muito pedindo socorro quando uma patrulha foi ao imóvel se deparando com o professor da Escola Pedro Sátiro, José Cláudio Gonçalves, de 51 anos, ali residente, muito ensanguentado e já sem vida.

O outro, também bastante ensanguentando, no caso Gérson Marcelo de Lima Oliveira, de 35 anos, o “Marcelo de Nelzinho” apresentando perfurações à faca pelo corpo e terminou trazido numa ambulância do SAMU ao Hospital Regional do Cariri em Juazeiro devido a gravidade dos ferimentos. Existem informações que os dois tinham um relacionamento amoroso e o professor Zé Cláudio estava despido e, em sua residência, vestígios de luta corporal.

Residência do professor Zé Cláudio onde tudo aconteceu no início da noite desta segunda-feira (Foto: Reprodução/Redes Sociais)


Em frente ao imóvel se encontrava estacionado um veículo Gol de cor preta e placas HXR-2004 no qual Marcelo tinha chegado momentos antes. No interior do carro os policiais militares encontraram cordas, luvas, fita isolante, lanterna, sacos pretos, álcool gel e ainda notaram que a placa do veículo estava adulterada com fitas adesivas. Todo esse material foi recolhido pelo perito do IML de Iguatu e o carro levado ao pátio da Delegacia de Várzea Alegre.

Este foi o primeiro homicídio do mês de março em Várzea Alegre e o quarto do ano no município ou 300% a mais na comparação com um único registrado no decorrer do ano passado. O último assassinato deste ano ali registrado foi na noite do dia 27 de janeiro tendo como vítima Venâncio da Silva Varela, de 22 anos, que residia no bairro Riachinho. Ele estava de saída de um forro que acontecia no Bar do Belisca quando foi baleado na praça do bairro por dois homens que fugiram numa moto. Venâncio respondia procedimentos por roubo, furto, receptação, lesão corporal e homicídio.

Publicidade
Compartilhe
Comentários
Publicidade
Publicidade
Publicidade
TJ Seguros
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
© ACONTECEU, TÁ NO MISÉRIA
Quer reproduzir nosso conteúdo no seu blog ou site? Estabeleça uma parceria clicando aqui.
Desenvolvido por Kleber Ferreira