Quinta-feira
26 de Abril de 2018
Publicidade
Publicidade
Quinta-feira, 26 de Abril de 2018
Publicidade
Publicidade
Desafio da segurança

Em Crato, Camilo Santana nega que permanência de André Costa atrapalhe reeleição

Por Felipe Azevedo/Agência Miséria
Em 15/04/2018 às 10:15
Compartilhar
Governador esteve no Crato para assinar ordem de serviço do parque de exposições (Foto: Felipe Azevedo/Agência Miséria)

Governador pelo PT do Ceará a três anos e três meses, Camilo Santana negou neste sábado (14) que a permanência no cargo do Secretário de Segurança André Costa se tornaria um empecilho para sua reeleição. Duas chacinas, uma delas a maior da história de Fortaleza, e a recente morte da estudante Cecília Raquel (23), provocaram especulações sobre a demissão do secretário.

"O André é uma pessoa dedicada, está trabalhando, é muito bem aceito pela população", disse Camilo, que voltou a repetir que o Ceará é o estado que mais investe em segurança no país. Ele elencou a contratação de 9 mil militares, compra de armas, helicópteros, implantação do RAIO e a realização de concursos públicos como principais investimentos na área.

A maior chacina da capital do estado deixou 14 mortos em uma festa no Bairro Cajazeiras, na madrugada do dia 27 de janeiro. No dia 10 de março, cerca de 20 tiros no bairro Benfica mataram sete pessoas  em poucos minutos na Praça da Gentilândia. O último caso de maior repercussão foi a a morte da estagiária de direito Cecília Raquel, baleada na cabeça durante um assalto, enquanto seguia para o trabalho no dia 12 de abril.

NO CARIRI

Ao lado dos deputados federais André Costa (PDT) e Guimarães (PT), do prefeito de Crato Zé Aílton Brasil (PP) e do vice-prefeito de Juazeiro do Norte Giovanni Sampaio (PSD), Camilo esteve no Crato para assinatura da ordem de  serviço das obras de reforma e ampliação do Parque de Exposição Pedro Felício Cavalcante, onde acontece a Expocrato.

O governo do estado, por meio da Secretaria da Agricultura, Pesca e Aquicultura (Seapa), deverá investir mais de R$ 33 milhões no equipamento. Apesar de ter ordem assinada neste sábado, as obras no local iniciaram ainda em janeiro. Camilo quer que pelo menos parte do parque esteja pronto até a exposição deste ano, que deverá acontecer na terceira semana de julho.

Publicidade
Compartilhe
Comentários
Publicidade
Publicidade
TJ Seguros
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
© ACONTECEU, TÁ NO MISÉRIA
Quer reproduzir nosso conteúdo no seu blog ou site? Estabeleça uma parceria clicando aqui.
Desenvolvido por Kleber Ferreira