Domingo
18 de Novembro de 2018
Publicidade
Publicidade
Domingo, 18 de Novembro de 2018
Publicidade
Publicidade
Direito de resposta

Prefeito de Granjeiro classifica denúncias contra sua gestão como ato “politiqueiro”

Em 16/04/2018 às 11:40
Compartilhar
Prefeito de Granjeiro classifica denúncias contra sua gestão como ato “politiqueiro” (Foto: Assessoria de Comunicação)

Após matéria publicada pelo Miséria na última sexta-feira, 13, sobre boletim de ocorrência que acusa o atual prefeito de Granjeiro de furto de materiais da Ferrovia Transnordestina, a assessoria da prefeitura solicitou espaço para direito de resposta. Segue nota na íntegra.

"O prefeito da cidade de Granjeiro, João do Povo (PSD), ao tomar conhecimento do que classificou como infundadas denúncias contra sua pessoa na condução da gestão municipal daquela cidade do Cariri, divulgadas pelo site Miséria, no dia 13 de abril, repudiou os fatos que considera ação politiqueira representada pela oposição, resultado da insatisfação dos poucos que querem o atraso da cidade.



A denúncia foi formalizada em Boletim de Ocorrência, por Francisco Cirle Filho, que se disse ex-secretário de Transporte da Granjeiro, na delegacia de Polícia Civil, dando conta de que o prefeito havia utilizado materiais de construção da Transnordestina em obras de duas escolas do município, fato que teria supostamente ocorrido em 13 de junho de 2017, com material transportado em um veículo tipo caçamba da prefeitura.

João do Povo desfaz os argumentos do denunciante, afirmando que Francisco Cirle Filho, nunca foi secretário de transporte de Granjeiro e que ele era ocupante de cargo comissionado como Coordenador dos Transportes Públicos com lotação na Secretaria de Obras e Serviços Públicos.

A insatisfação do Francisco Cirle, segundo João do Povo, se dá pelo fato dele ter sido exonerado da função que ocupava, de acordo com a Portaria 003/2017 de 31 de julho de 2017. A exoneração aconteceu não por pedido dele, como alegado na denúncia, mas por ato da gestão municipal, entendendo que as funções do servidor comissionado não eram mais necessárias ao município.

Quando o denunciante afirma que a caçamba estava sem placa e sem marca do PAC, o prefeito João do Povo afirma que é do conhecimento do Ministério Público que muitos dos veículos da frota do município de Granjeiro foram recebidos da gestão anterior sucateados, sem placa e sem documentação. Há inclusive pedido de ajuda do prefeito junto ao Ministério Público de Caririaçu para resolver essa situação.

No caso em que envolve a denúncia, o prefeito João do Povo determinou a instauração de um processo de sindicância que deve revelar todos os fatos para o bem da transparência pública.

Obras

João do Povo disse que sua gestão em Granjeiro tem atuado de forma transparente, com processos de licitação e atendendo todos os princípios da legalidade e transparência. Esse fato causa estranheza aos que estavam acostumados a situações irregulares de determinado gestores."

Prefeito de Granjeiro classifica denúncias contra sua gestão como ato “politiqueiro” (Foto: Divulgação)


Assessoria de Comunicação

Publicidade
Compartilhe
Comentários
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
© ACONTECEU, TÁ NO MISÉRIA
Quer reproduzir nosso conteúdo no seu blog ou site? Estabeleça uma parceria clicando aqui.
Desenvolvido por Kleber Ferreira