Sexta-feira
21 de Setembro de 2018
Publicidade
Publicidade
Sexta-feira, 21 de Setembro de 2018
Publicidade
Publicidade
Chuvas de abril

Dezessete açudes no Ceará estão com 100% da capacidade hídrica, diz Cogerh

Em 16/04/2018 às 14:10
Compartilhar
Os açudes Diamantino II, na cidade de Marco e o Quandú em Itapipoca ganharam aporte máximo nesta segunda-feira (16) (Foto: Cogerh)

Subiu para 17 o número de açudes que estão com 100% do volume. Os açudes Diamantino II, na cidade de Marco e o Quandú e Gameleira em Itapipoca ganharam aporte máximo nesta segunda-feira (16), segundo dados da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh).

O Açude Várzea da Volta, no município de Moraújo, sangrou na sexta-feira (13). Outros dois recebram aporte total na quinta-feira (12). O açude Itapajé, no município de mesmo nome, e o Açude Angicos, na em Coreaú.

Os açudes que estão com 100% de sua capacidade são: Açude Diamantino I, na cidade de Marco; Quandú em Itapipoca; Açude Várzea da Volta, no município de Moraújo; Angicos, em Coreaú; Açude Itapajé, em Itapajé; Maranguapinho, em Maranguape; Acaraú Mirim, em Massapê; Caldeirões, em Saboeiro; Itaúna, na cidade de Granja; Tucunduba, em Senador Sá; Cocó, na capital; Germinal, no município de Palmácia; Tijuquinha, em Baturité; Colina, na cidade de Quiterianópolis e Barragem do Batalhão em Crateús. Vinte e três açudes do Ceará estão com capacidade acima de 90%.

Lista de açudes sangrando no Ceará
           
Gameleira                
Açude Diamantino II                
Quandú                
Várzea da Volta                
Angicos                
Itapajé                
São Vicente                
Barragem do Batalhão                
Acaraú Mirim                
Caldeirões                
Itaúna                
Tucunduba                
Cocó                
Germinal                
Tijuquinha                
Colina                
Maranguapinho                
Fonte: Cogerh

Situação dos principais açudes

Os maiores açudes do Ceará, no entanto, seguem em situação crítica. O Castanhão, principal reservatório a abastecer a Grande Fortaleza, tem apenas 6,11% da capacidade máxima. Já o Orós, segundo maior açude do estado, tem 8,48% do volume máximo.

Os reserveatórios devem seguir recebendo aporte de água até, pelo menos, o início da próxima semana, quando devem ocorrer fortes chuvas em todas as regiões do Ceará, conforme previsão da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme).

Fonte: G1 CE

Publicidade
Compartilhe
Comentários
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
© ACONTECEU, TÁ NO MISÉRIA
Quer reproduzir nosso conteúdo no seu blog ou site? Estabeleça uma parceria clicando aqui.
Desenvolvido por Kleber Ferreira