Domingo
19 de Agosto de 2018
Publicidade
Publicidade
Domingo, 19 de Agosto de 2018
Publicidade
Publicidade
Eleições suplementares

Partido de Bolsonaro veta aproximação com grupo de Danieli Machado em Santana do Cariri

Por Felipe Azevedo/Agência Miséria
Em 15/05/2018 às 08:50
Compartilhar
Danieli foi cassada por unanimidade pelo TRE no último dia 17 de abril (Foto: Felipe Azevedo/Agência Miséria)

Uma manobra do presidente do PSL no Ceará, Heitor Freire, pôs fim nas aproximações da sigla junto à coligação da ex-prefeita Danieli Machado (PCdoB/PT/PP) nas eleições suplementares de 3 junho em Santana do Cariri.

O partido cujo maior expoente de votos e visibilidade é deputado federal Jair Bolsonaro irá baixar resolução e anular parcerias, alianças conjugações ou coligações com grupos "de esquerda bolivariana", disse Heitor.

Os rumores da junção entre direita e esquerda em Santana do Cariri ganhou corpo no último domingo, dia 6 de maio, durante as tratativas da campanha que já iniciou no município. De acordo com Heitor, membros do PSL na cidade fazem parte de uma gestão antiga, e serão notificados

"Nos manteremos fiéis em nossa ideologia partidária de Direita e Conservadora,  o PSL de Jair Bolsonaro não flexibilizará essa orientação sob hipótese alguma, caso as determinações não sejam acatadas os diretórios serão passíveis de processo de intervenção", afirmou o presidente.

Publicidade
Compartilhe
Comentários
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
© ACONTECEU, TÁ NO MISÉRIA
Quer reproduzir nosso conteúdo no seu blog ou site? Estabeleça uma parceria clicando aqui.
Desenvolvido por Kleber Ferreira