Domingo
19 de Agosto de 2018
Publicidade
Publicidade
Domingo, 19 de Agosto de 2018
Publicidade
Publicidade
Preparação

Carille pode repetir time em três jogos pela primeira vez no ano

Em 16/05/2018 às 08:45
Compartilhar
O técnico Fábio Carille deve repetir a equipe do Corinthians pela terceira vez consecutiva na noite desta quinta-feira (Foto: Reprodução)

O técnico Fábio Carille deve repetir a equipe do Corinthians pela terceira vez consecutiva na noite desta quinta-feira, contra o Deportivo Lara-VEN, às 21h45 (de Brasília), no estádio Metropolitano de Lara, em Barquisimeto, chegando uma sequência inédita para ele na atual temporada e que, por sinal, só ocorreu uma outra vez desde que ele assumiu o comando da equipe.

Sem novos desfalques por suspensão ou contusão, mesmo encarando uma série de quatro jogos em 11 dias, Carille só não usará Cássio; Mantuan, Balbuena, Henrique e Sidcley; Gabriel e Maycon; Pedrinho, Jadson, Rodriguinho e Romero, escalação utilizada frente a Vitória e Palmeiras, se mudar de ideia no treino da tarde desta quarta, no reconhecimento do gramado do local.

Bem encaixada após a constatação de que Pedrinho realmente tem condição de iniciar a partida e jogar por quase 90 minutos (ficou 86 minutos em campo frente ao Palmeiras e saiu de Itaquera dizendo que “nem estava muito cansado”), a formação está próxima de alcançar algo ocorrido apenas uma vez desde que o comandante assumiu o cargo.

O feito foi conquistado na fase final do Campeonato Paulista do ano passado, quando Carille conseguiu rodar seus nomes para chegar em bom nível às semifinais do torneio, contra o São Paulo. Com a mesma equipe, o comandante derrotou o rival no Morumbi por 2 a 0 e selou a classificação com um empate por 1 a 1, em Itaquera.

No meio das duas partidas, os mesmos 11 atletas encararam o Internacional, pela quarta fase da Copa do Brasil, e acabaram eliminados nos pênaltis, também na Arena. O último duelo antes de ser interrompida a sequência fechou a mesma com chave de ouro: 3 a 0 sobre a Ponte Preta, fora de casa, encaminhando o título estadual.

Chegar ao quarto duelo, porém, é pouco provável no atual cenário. Serão menos de 72 horas entre o jogo na Venezuela e o embate contra o Sport, no Recife, que preocupa a comissão técnica pelas condições climáticas. Depois dela, o fim é certo: Cássio se apresenta à Seleção Brasileira e dá lugar a Walter ou Caíque França até a Copa do Mundo.

 

gazetaesportiva

Publicidade
Compartilhe
Comentários
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
© ACONTECEU, TÁ NO MISÉRIA
Quer reproduzir nosso conteúdo no seu blog ou site? Estabeleça uma parceria clicando aqui.
Desenvolvido por Kleber Ferreira