Quarta-feira
15 de Agosto de 2018
Publicidade
Publicidade
Quarta-feira, 15 de Agosto de 2018
Publicidade
Publicidade
Romancista premiado

Morre escritor americano Philip Roth, aos 85 anos, em Nova York

Em 23/05/2018 às 08:50
Compartilhar
O escritor Philip Roth em seu apartamento em Nova York em 2011 (Foto: Julian Hibbard/Getty Images)

O premiado romancista americano Philip Roth morreu nesta terça-feira aos 85 anos, de insuficiência cardíaca, em local não revelado. A informação foi confirmada pelo agente literário do escritor, Andrew Wylie.

Autor de mais de 25 livros, como Complô contra a América (2004) e Complexo de Portnoy (1969), Roth conquistou praticamente todos os prêmios literários relevantes em mais de 60 anos de carreira. Com Pastoral Americana (1997), Roth ganhou o Prêmio Pulitzer, um dos muitos prêmios de uma aclamada carreira, onde ficou faltando o Nobel de Literatura, para o qual seu nome foi ventilado em diversas ocasiões.

Ele também ganhou dois prêmios Faulkner, Medalha Nacional das Artes e o Prêmio Príncipe de Astúrias. Seu último romance Nêmesis, sobre a epidemia de pólio em 1944, foi publicado em 2010, dois anos depois do anúncio de Roth de que deixaria de escrever, o que deixou o mundo da literatura atônito.

“Havia chegado ao fim. Não havia mais nada para escrever”, declarou à BBC em 2014. “Comecei a grande tarefa de não fazer nada. Fiquei muito bem”.

Roth era dono de um estilo realista e direto e adotava um humor ferino em suas obras. Nascido em 19 de março de 1933 na cidade de Newark, Nova Jersey, neto de imigrantes judeus-europeus da primeira onda migratória aos Estados Unidos na primeira parte do século XIX, Roth teve sua obra associada à comunidade judaica, e muitos de seus romances refletem as questões de identidade dos judeus dos Estados Unidos.

Além do judaísmo e suas obrigações, a extensa e premiada obra do escritor abordou também temas como o sexo, o desejo, a velhice e a morte de forma recorrente. Philip Roth foi casado duas vezes. A primeira com Margaret Martinson (1959-1963), que morreu em 1968, em um acidente de carro. A segunda com a atriz inglesa Claire Bloom, da qual se divorciou em 1994 após um casamento turbulento.

Fonte: Veja

Publicidade
Compartilhe
Comentários
Publicidade
Publicidade
Publicidade
TJ Seguros
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
© ACONTECEU, TÁ NO MISÉRIA
Quer reproduzir nosso conteúdo no seu blog ou site? Estabeleça uma parceria clicando aqui.
Desenvolvido por Kleber Ferreira