Quinta-feira
22 de Novembro de 2018
Publicidade
Publicidade
Quinta-feira, 22 de Novembro de 2018
Publicidade
Publicidade
Dívidas atrasadas

Ceará é 3º do Nordeste em população inadimplente

Em 22/08/2018 às 07:10
Compartilhar
Estado conta com 2,4 milhões de pessoas com dívidas atrasadas. Em todo o Brasil, são 61,6 milhões (Foto: Reprodução)

O Ceará amarga a terceira colocação no Nordeste em número de inadimplentes em todo o Brasil, ao atingir um total de 2.402.400 consumidores com contas em atraso. O número deixa o Estado com 3,9% em participação no País, de acordo com dados divulgados pela Serasa, que computaram um total de 61,6 milhões de inadimplentes no Brasil.

Bahia e Pernambuco foram os outros dois estados nordestinos com maior contingente entre os inadimplentes. O primeiro teve 4.127.200 consumidores e o segundo 2.833.600, o que significa 6,7% e 4,6% de participação no resultado nacional para cada, respectivamente.



De toda a população adulta cearense, o Ceará conta com 36,6% entre os endividados. Neste comparativo, no entanto, o Estado está entre os de menor índice dentre as 27 unidades da federação pesquisadas.

Balanço nacional

O total de inadimplentes no País atingiu a marca de 61,6 milhões em julho, conforme a Serasa Experian. Trata-se do segundo maior resultado apurado desde o início da série histórica, em 2016. Antes, o recorde nacional registrado foi em junho, com 61,8 milhões.

Nessa base de comparação, houve declínio de 0,32%, enquanto em relação ao sétimo mês do ano passado, quando somou 60,4 milhões, o índice subiu 1,99%.

De acordo com a Serasa, o volume de dívidas foi de R$ 272,5 bilhões em julho, o que representa média de quatro pendências por CPF e um total de R$ 4.426 por pessoa.

Os economistas da entidade explicam em nota que o enfraquecimento do ritmo de crescimento econômico contribui para manter a taxa de desemprego em nível elevado. Consequentemente, deixa alto o índice de inadimplência ao consumidor.

Idosos mais endividados

O indicador divulgado ontem pela entidade mostra que a inadimplência dos idosos foi a que mais cresceu nos últimos dois anos em todo o País, apesar de não ser a faixa mais elevada de todas as pesquisadas. Em julho, 35,1% dos brasileiros com mais de 61 anos de idade estavam com contas atrasadas.

Se comparado ao mesmo período de 2016, os dados da Serasa apontam que a inadimplência deste público avançou 2,6 pontos porcentuais. O indicador não traz dados por idade entre os estados da federação.

Maioria

Adultos com idade entre 36 e 40 anos são os que mais estão com dívidas atrasadas, representando 47,2%. No entanto, a Serasa ressalta que nos dois últimos anos, a fatia dessa categoria de inadimplentes cresceu muito menos do que a dos idosos. Já a que mais caiu foi a dos jovens, com queda de 2 pontos porcentuais nos últimos dois anos.

Onde estão as dívidas

Apesar de as dívidas atrasadas com bancos e cartões de crédito terem a maior representatividade dentro do indicador da Serasa, na comparação interanual, a participação desse segmento caiu 1,6 ponto. Já a dos segmentos de utilities, telefonia, serviços e financeira aumentou.

Estados

Alguns Estados do Norte como Roraima, Amapá e Amazonas apresentam uma taxa de inadimplência acima de 50% da população adulta, enquanto as pessoas que moram no Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraíba estão abaixo dos 35%. No Brasil, 40,3% da população adulta está inadimplente, informa. Em números absolutos, São Paulo continua na liderança, enquanto Roraima tem a menor quantidade de inadimplentes.

Fonte: Diário do Nordeste

Publicidade
Compartilhe
Comentários
Publicidade
Publicidade
Publicidade
TJ Seguros
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
© ACONTECEU, TÁ NO MISÉRIA
Quer reproduzir nosso conteúdo no seu blog ou site? Estabeleça uma parceria clicando aqui.
Desenvolvido por Kleber Ferreira