Terça-feira
20 de Novembro de 2018
Publicidade
Publicidade
Terça-feira, 20 de Novembro de 2018
Publicidade
Publicidade
Com um soco no rosto

Delator da Lava Jato agride namorada na frente de restaurante em SP

Em 24/08/2018 às 17:20
Compartilhar
Alexandre Margotto e a namorada, Taiana Camargo (Foto: Reprodução)

A cena aconteceu às 14 horas da sexta 17 em uma rua movimentada do bairro nobre do Itaim Bibi, em São Paulo. O delator Alexandre Margotto, parceiro de Eduardo Cunha e Lúcio Funaro, condenado há dois meses à pena de quatro anos de reclusão em regime aberto por corrupção ativa, deu um soco no rosto da namorada, Taiana Camargo, ex-modelo que foi capa da revista Playboy em janeiro de 2015. Ela caiu na calçada, desacordada. Foi socorrida e levantada por clientes do restaurante Corrientes 348, onde o casal almoçava e tomava vinho.

Alexandre saiu correndo assim que uma menina sacou o celular para tirar uma foto dele. Taiana chorou muito, mas se recusou a chamar a polícia para registrar a agressão. “Ele está enrolado na Lava Jato, pode se prejudicar”, justificou-se então. Para chamar um amigo, pediu emprestado o celular de uma desconhecida que veio em seu socorro, alegando que seu telefone estava sem crédito.



Taiana entende de Lava Jato. Ela foi namorada do doleiro e também delator Alberto Youssef, que hoje cumpre pena em regime aberto usando tornozeleira eletrônica. Vizinhos do local, Taiana e Margotto são vistos com frequência nas mesas externas do restaurante, onde já discutiram em outras ocasiões — mas sem descambar para a violência física. Jorge Delmanto Bouchabki, advogado de Margotto, nega que tenha havido “briga, ameaças ou xingamentos”.

Fonte: Veja

Publicidade
Compartilhe
Comentários
Publicidade
Publicidade
Publicidade
TJ Seguros
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
© ACONTECEU, TÁ NO MISÉRIA
Quer reproduzir nosso conteúdo no seu blog ou site? Estabeleça uma parceria clicando aqui.
Desenvolvido por Kleber Ferreira