Sexta-feira
16 de Novembro de 2018
Publicidade
Publicidade
Sexta-feira, 16 de Novembro de 2018
Publicidade
Publicidade
Partida

São Paulo pode ter meio de campo todo formado em Cotia contra o Flu

Em 01/09/2018 às 08:40
Compartilhar
Luan, Liziero e Shaylon são crias da base são-paulina (Foto: Reprodução/ Terra)

É bem possível que o São Paulo tenha um meio de campo "made in Cotia" no jogo contra o Fluminense, às 16h de domingo, no Morumbi, pela terceira rodada do returno do Brasileirão. Luan, Liziero e Shaylon são os favoritos a iniciarem jogando nas vagas que geralmente são de Jucilei (suspenso), Hudson (com dores no joelho direito) e Nenê (suspenso).

Esse trio só foi formado durante 15 minutos no profissional, na vitória por 2 a 0 sobre o Cruzeiro, no Mineirão, mas entrosamento não deve ser problema.



Luan e Liziero, por exemplo, conviveram diariamente por cerca de quatro anos, período em que moraram no Centro de Formação de Atletas Laudo Natel, em Cotia. Faz ainda mais tempo que eles se conhecem: oito anos, desde que eram apenas monitorados pela base são-paulina e não se alojavam no clube.

Como Liziero é um ano mais velho que o amigo, a dupla demorou um pouco para se fixar dentro do campo. Isso aconteceu no segundo semestre do ano passado, quando Luan passou a integrar o grupo sub-20. Os dois estiveram juntos no título da Copa RS de 2017, no vice-campeonato da Copa São Paulo Júnior de 2018 e na campanha que rendeu o quarto lugar na Libertadores, sempre como titulares - Liziero, algumas vezes, atuava como lateral-esquerdo.

Liziero também subiu um pouco antes ao elenco principal: estreou em março deste ano, na vitória por 3 a 1 sobre o Red Bull Brasil, pelo Paulistão. Já Luan estreou em julho, ao entrar nos instantes finais da vitória por 3 a 1 sobre o Corinthians e reeditar a dupla. No jogo seguinte, contra o Cruzeiro, os dois foram os volantes titulares e tiveram bom desempenho.

Luan agradou tanto que não voltou mais à base e fez o técnico Diego Aguirre desistir da ideia de ir buscar um novo volante no mercado. Domingo passado, contra o Ceará, começou jogando pela segunda vez e foi bem novamente.

Shaylon ficou menos tempo em Cotia do que os dois: chegou em 2016, vindo da Chapecoense, e foi promovido ao elenco profissional no início de 2017. Ele não chegou a jogar com Luan no sub-20, mas foi destaque do time campeão paulista da categoria em 2016, que tinha Liziero como reserva.

Com 21 anos, Shaylon é o mais velho do trio e soma 33 partidas como profissional no São Paulo, com quatro gols. Liziero, 20 anos, tem 17 partidas e um gol. Luan, 19 anos, jogou apenas três vezes até o momento.

Ainda não é possível saber se este será o meio de campo titular. Aguirre fechou os treinamentos e tem outras opções, como Everton Felipe, para o setor. Além disso, Hudson ainda não está totalmente descartado. O Tricolor divulgará a lista de relacionados neste sábado.

Terra

Publicidade
Compartilhe
Comentários
Publicidade
Publicidade
Publicidade
TJ Seguros
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
© ACONTECEU, TÁ NO MISÉRIA
Quer reproduzir nosso conteúdo no seu blog ou site? Estabeleça uma parceria clicando aqui.
Desenvolvido por Kleber Ferreira