Quinta-feira
20 de Setembro de 2018
Publicidade
Publicidade
Quinta-feira, 20 de Setembro de 2018
Publicidade
Publicidade
Sofreu um ataque cardíaco

Burt Reynolds, ator de "Boogie Nights" e "Amargo Pesadelo", morre aos 82 anos

Em 06/09/2018 às 17:10
Compartilhar
O ator Burt Reynolds em foto de 2008 (Foto: Frazer Harrison/Getty Images)

O ator Burt Reynolds morreu aos 82 anos. Segundo comunicado divulgado pela família, ele sofreu um ataque cardíaco nesta quinta-feira (6). Ele vinha sofrendo com problemas de saúde desde 2010.

O americano Burton Leon Reynolds Jr. nasceu na cidade de Lansing no estado de Michigan, e ficou conhecido por filmes como "Amargo pesadelo" (1972) e "Agarre-me se puderes" (1977). Em 1998, ganhou um Globo de Ouro por seu papel como um "rei do pornô" em "Boogie Nights" (1997).

O ator também esteve nas duas versões de "O golpe baixo". Na primeira, em 1974, ele interpretava a estrela de futebol americano que é preso e obrigado a jogar ao lado de outros condenados contra os guardas do presídio. Em 2005, esse papel ficou com Adam Sandler, e Reynolds viveu outro criminoso, treinador do time.

Além de diversos filmes de ação, o ator também estrelou muitas comédias românticas, como "Encontros e desencontros" (1979), "A melhor casa suspeita do Texas" (1982) e "Amigos muito íntimos" (1982).

Cinco anos no topo

Apesar de não ser um dos favoritos da crítica, Reynolds conseguiu muito sucesso com o público. Tanto que foi o ator mais rentável de Hollywood todos os anos entre 1978 e 1982, um recorde repetido apenas por Bing Crosby nos anos 1940. Em 1978, ele tinha quatro filmes nos cinemas ao mesmo tempo.

Conhecido por um gênio forte, é famoso o episódio em que demitiu seu agente após ver sua atuação em "Boogie nights" (ele viria a perder o Oscar para Robin Williams, de "Gênio Indomável").

"Não me abri a novos roteiristas ou papéis arriscados porque não estava interessado em me desafiar como ator. Estava interessado em me divertir", escreveu Reynolds em seu livro de 2015, "But enough about me".

"Como resultado, perdi muitas oportunidades de mostrar que podia interpretar papéis sérios. Na hora em que finalmente acordei e tentei corrigir isso, ninguém me dava uma chance."

Fonte: G1

Publicidade
Compartilhe
Comentários
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
© ACONTECEU, TÁ NO MISÉRIA
Quer reproduzir nosso conteúdo no seu blog ou site? Estabeleça uma parceria clicando aqui.
Desenvolvido por Kleber Ferreira