Ceará
Operação Abre Alas
Mãe do Safadão é alvo de operação que investiga irregularidades no Carnaval de 2016
Compartilhar

Mãe de Wesley Safadão e Antônio Claudio foram condenados na Justiça Eleitoral. (Foto: Reprodução/ Tribuna do Ceará)

Em 07/09/2018 às 06:50
Publicidade

O prefeito de Aracoiaba, Antônio Cláudio Pinheiro (PSDB), foi afastado do cargo nesta quinta-feira (6), por irregularidades em contratos milionários para a promoção do Carnaval de 2016 no município. Além dele, a ex-vice-prefeita Maria Valmira Silva de Oliveira, a Dona Bill (PSDB), mãe do cantor Wesley Safadão, e outros agentes públicos foram alvos da “Operação Abre Alas” do Ministério Público do Ceará (MPCE).

Na manhã de hoje, a residência da mãe do Safadão como a de outros investigados foram alvos de batida policial. A operação cumpriu 14 mandados de busca pessoal e domiciliar nos municípios de Aracoiaba (a 86 km da capital), de Fortaleza e na Região Metropolitana, além da suspensão da função de agentes públicos e quebra dos sigilos bancário e fiscal.

Publicidade


Também foram afastados os secretários de Finanças e irmão do prefeito, Francisco de Assis Pinheiro; do Meio Ambiente e Urbanismo, Alexandre de Oliveira Rezende; e o secretário de Educação e ex-secretário de Cultura do município de Aracoiaba, Francisco Emílio Campelo Freitas.

De acordo com o MPCE, foram comprovadas irregularidades em procedimentos licitatórios para a cessão de uso da praça de eventos de Aracoiaba para a organização das festas de Carnaval em 2016. Também há indícios de vícios em outros contratos de obras, coleta de lixo e fornecimento de merenda escolar.

Publicidade


A operação foi realizada pelo Ministério Público, por intermédio da Procuradoria dos Crimes contra a Administração Pública (PROCAP), com o apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (GAECO), do Núcleo de Investigação Criminal (NUINC) e outros promotores de Justiça, em parceria com a Polícia Civil.

Cassados

No dia 30 de agosto, o Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE) determinou a cassação e inelegibilidade do prefeito Antônio Claudio. A ex-vice-prefeita Dona Bill pediu renúncia ao cargo e não teve o diploma cassado, mas está inelegível por oito anos. Dessa forma, foram convocadas novas eleições no município.

A mãe do cantor Wesley Safadão pediu renúncia do cargo em dezembro de 2017. De acordo com a investigação, a dupla é acusada de abuso de poder político e econômico nas eleições de 2016.

Tribuna do Ceará


Compartilhar

Publicidade
Mais do Site Miséria
Publicidade

Enquete
Você anda usa telefone fixo em casa?

Qual seu sexo?

timelineResultado Parcial
TV Miséria
Humor