Mundo
Declaração
"Pedofilia é o 11/9 da Igreja", diz secretário de Bento XVI
Em 11/09/2018 às 13:05

(Foto: Reprodução/ Terra)

Compartilhar

O prefeito da Casa Pontifícia e secretário pessoal do papa emérito Bento XVI, Georg Gänswein, disse nesta terça-feira (11) que os escândalos de pedofilia são o "11 de setembro da Igreja".

A declaração foi dada durante um evento na Câmara dos Deputados da Itália, em Roma, no aniversário de 17 anos dos atentados contra as Torres Gêmeas e o Pentágono, nos Estados Unidos.

Segundo Gänswein, no "turbilhão de notícias das últimas semanas", a Igreja "olha, repleta de desconcerto, a seu próprio 11 de setembro, ainda que essa nossa catástrofe não esteja associada a uma única data", declarou.

Recentemente, Bento XVI e Francisco foram acusados pelo arcebispo italiano Carlo Maria Viganò, ex-núncio apostólico em Washington e membro da ala conservadora do clero, de conivência com abusos contra seminaristas cometidos pelo ex-cardeal norte-americano Theodore McCarrick.

Gänswein, que já havia chamado a acusação de "falsa", ressaltou nesta terça que Joseph Ratzinger denunciara a "gravidade do crime de pedofilia" e definira os abusos por parte de sacerdotes como um "ataque interno" contra a própria Igreja.

Terra

Compartilhar

Mais do Site Miséria

Enquete
Qual tipo de notícia regional você quer acompanhar com mais frequência no Site Miséria?

Qual seu sexo?

timelineResultado Parcial
TV Miséria
Humor