Sábado
17 de Novembro de 2018
Publicidade
Publicidade
Sábado, 17 de Novembro de 2018
Publicidade
Publicidade
Assassinatos

Outubro terminou com nove homicídios em Juazeiro e o ano é 33% menos violento

Por Demontier Tenório
Em 08/11/2018 às 00:55
Compartilhar
Jackson foi morto a tiros no bairro Pirajá; “Natinha” no Pio XII; e “Guto” no bairro Salesianos (Foto: Reprodução)

Com nove homicídios em diferentes bairros, outubro teve cinco assassinatos a mais que o nono mês do ano representando mais que o dobro na matança em Juazeiro. Já na comparação com outubro de 2017 a situação foi melhor com três a menos ou queda de 25% em se tratando do número de pessoas que tombou sem vida em Juazeiro. Este ano foram registrados três homicídios em janeiro, nove em fevereiro, quatro em março, oito em abril, 10 em maio, 17 em junho, quatro em julho, 13 em agosto, quatro em setembro e nove no mês passado.

Segundo levantamento do Site Miséria, em outubro os bairros onde houve o registro de homicídios foram Brejo Seco, Salesianos, João Cabral, Pirajá, Pio XII, Leandro Bezerra, Limoeiro, Frei Damião e Antonio Vieira. No acumulado do ano os bairros Frei Damião e João Cabral lideram como os mais violentos com nove homicídios cada ou, individualmente, 11% da matança em Juazeiro.



O mês de outubro foi o quarto mais violento do ano se igualando a fevereiro e superado apenas por junho (17), agosto (13) e maio com 10 homicídios. No ano passado, em dez meses, eram 121 assassinatos contra 81 este ano ou 40 a menos representando uma queda na ordem de 33% na violência. Eis a relação dos homicídios registrados no decorrer do mês passado em Juazeiro:

Dia 02 – Robson Willian Correia dos Santos, de 17 anos, que residia na Rua Augusto Dias de Oliveira (Novo Juazeiro), foi morto a tiros por dois homens num matagal em um terreno baldio perto do Conjunto São Sebastião 2 do Minha Casa Minha Vida (Brejo Seco). Ele trabalhava como ourives e não tinha passagens pela polícia.

Dia 03 – Michael Jackson Lima de Souza, de 20 anos, que residia na Rua São Cristovão (Pirajá), foi morto a tiros na cabeça por dois homens no cruzamento das ruas Abel Sobreira e da Paz (Pirajá). Ele seria usuário de drogas e respondia procedimento, desde 2014, que tramitava em segredo de justiça na Comarca de Juazeiro.

Dia 05 - Francisco Natanael Gomes Zacarias, de 21 anos, o “Natinha”, foi morto a tiros perto da casa onde morava na Rua Domingos Sávio, 442 (Pio XII) por dois homens numa moto. Ele respondia por lesão corporal, tráfico de drogas, assaltos e, no dia 12 de março de 2015, matou a tiros de pistola José Amilton Júnior, de 28 anos, no cruzamento da Avenida Carlos Cruz com a Rua Santa Tereza no bairro São Miguel.

Dia 19 - Luis Gutemberg Marcolino Rodrigues, de 43 anos, o “Guto”, que residia na Rua Afonso de Melo, 291 (Salesianos), foi morto a tiros ao voalnte do seu veículo Fox Bluem de cor prata por dois homens numa moto quando parou no cruzamento das ruas Delmiro Gouveia e Pio X naquele bairro. Ele respondia procedimento, desde 2015, que tramitava em segredo de justiça na Comarca de Juazeiro.

Dia 20 – José Emerson Sebronio Dutra, de 22 anos, que residia na Rua Maria Pereira (Bairro Leandro Bezerra), morreu no Hospital Regional do Cariri cerca de 15 horas após ser baleado por um homem que, segundo testemunhas, após efetuar os disparos, fugiu por um matagal numa das ruas daquele bairro.

Dia 21 – José Lucas Galdino de Sousa, de 19 anos, que residia Rua 22 de Julho (Timbaúbas), foi morto a facadas na Rua Vereador Antonio Brás (Limoeiro). Ele tinha várias passagens pela polícia por crimes de violência doméstica, furto, ameaça, roubo de veículo, posse ilegal de arma de fogo e outros procedimentos que tramitavam em segredo de justiça. A vítima invadiu uma casa e o morador desferiu vários golpes de faca contra a mesma.

Dia 21 – Marileide Conceição de Souza, de 29 anos, a “Leidinha” que residia na Rua Pio Norões, 259 (João Cabral), foi morta a tiros na cabeça por dois homens numa moto na Rua Todos os Santos perto da Feirinha da Troca naquele bairro. Ela era envolvida no latrocínio contra o Soldado Evandro no dia 8 de setembro de 2011 na Avenida Padre Cícero em Juazeiro e viúva de Ricardo Alves Feitosa morto em troca de tiros com a PM em Alagoas. A polícia prendeu como suspeito seu namorado que negou o crime, mas é investigado.

Dia 28 – João Paulo dos Santos, de 30 anos, que residia no Sítio Mata dos Araçás em Barbalha, foi assassinado a golpes de faca na Rua André Luiz perto do CRAS do bairro Frei Damião. Ele não tinha passagens pela polícia e o acusado fugiu num cavalo após a prática do crime.

Dia 29 – José Cláudio da Silva Pereira, de 46 anos, que residia na Rua das Dores (Salesianos) teve o cadáver encontrado na Rua Hildegardo Barbosa, em frente a Capela de Santa Terezinha (Antonio Vieira) apresentando perfurações à faca no rosto e no pescoço. Ele costumava beber e, vez por outra, se envolvia em conflitos, além de responder por danos aos quebrar objetos de casa e ameaçar seu pai, bem como um homicídio qualificado em 1997, em Juazeiro.

Publicidade
Compartilhe
Comentários
Publicidade
Publicidade
Publicidade
TJ Seguros
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
© ACONTECEU, TÁ NO MISÉRIA
Quer reproduzir nosso conteúdo no seu blog ou site? Estabeleça uma parceria clicando aqui.
Desenvolvido por Kleber Ferreira