Segunda-feira
19 de Novembro de 2018
Publicidade
Publicidade
Segunda-feira, 19 de Novembro de 2018
Publicidade
Publicidade
Virou referência

Estudo cearense sobre homicídios na juventude ganha prêmio internacional

Por Alana Soares
Em 08/11/2018 às 10:25
Compartilhar
O estudo também se tornou referência nacional, inspirando criação de comitês no RJ e SP. (Foto: Divulgação)

O estudo "Trajetórias Interrompidas”, realizado pelo Comitê Cearense pela Prevenção de Homicídios na Adolescência, foi escolhido entre as três melhores publicações pelo prêmio internacional "Best of Unicef Research 2018". Desde 2016 a iniciativa analisa os homicídios na adolescência em Fortaleza e outros seis municípios do Ceará (Caucaia, Eusébio, Horizonte, Maracanaú, Sobral e Juazeiro do Norte).

O resultado do trabalho foi descrito pelo escritório internacional do Unicef como um "estudo valente e convincente que oferece uma maneira inovadora e cativante de conduzir e apresentar pesquisas".

E já virou referência nacional, com criação de Comitês semelhantes no Rio de Janeiro e São Paulo após apresentação do estudo nas Assembleias dos estados.

Para o relator do Comitê e do estudo, deputado estudual Renato Roseno (Psol), o principal desafio agora é  garantir o direito à vida plena e digna de toda criança e adolescente. "Não é possível conviver com esses indicadores e não se indignar”, afirmou Roseno.

A partir dos dados contextualizados do relatório, o Comitê lançou 12 recomendações e 67 ações para prevenção de homicídios na adolescência.

Publicidade
Compartilhe
Comentários
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
© ACONTECEU, TÁ NO MISÉRIA
Quer reproduzir nosso conteúdo no seu blog ou site? Estabeleça uma parceria clicando aqui.
Desenvolvido por Kleber Ferreira