Ceará
Em Icó
Coluna da Hora de Icó abandonada há mais de 30 anos
Por Agência Miséria
Em 19/11/2018 às 09:30

(Foto: Richard Lopes)

TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE
Compartilhar

A histórica Coluna da Hora, de Icó, localizada em uma área tombada pelo Iphan, Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, na praça Aldo Landim, ao lado do mercado Aluisio Monteiro, se encontra abandonada há mais de 30 anos.

Aldo Landim, segundo o historiador Altino Afonso, era um alto comerciante da época do ramo de eletrodomésticos. A praça se chamava Santos Dumont. A coluna da hora foi construída em 1953, na gestão do prefeito Francisco Maciel da Silva, por Francisco Chagas Pinheiro, e já tem 65  de existência.

TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE
O reboco em suas laterais já caiu expondo os tijolos. A coluna tem 25 metros de altura e uma imagem de uma santa que era iluminada com refletores. A iluminação não existe mais. O historiador Altino Afonso, conta que entre os anos de 82 a 86, na administração do prefeito Aldo Monteiro,já falecido,os quatro relógios laterais que informava as horas com suas batidas sonoras, apresentaram defeito.

Os relógios foram encaminhados para Fortaleza e nunca mais apareceram. Na época, quem usava relógios eram pessoas de classe média, destaca o historiador Altino. O relógio era uma referência para o centro comercial. Altino Afonso relata que em 1953, quando foi construída a coluna da hora, a elite de Icó se encontrava diariamente no entorno dela, pois servia o local como ponto de encontro. O vazio deixado pelo relógio retrata o abandono da coluna, que se encontra entregue a própria sorte.
TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE
Com informações do correspondente Richard Lopes

Publicidade
Compartilhar

Mais do Site Miséria

Enquete
Você acredita que o concurso de Juazeiro do Norte ocorrerá com total lisura?

Qual seu sexo?

timelineResultado Parcial
TV Miséria
Humor