Ceará
Em Icó
Coluna da Hora de Icó abandonada há mais de 30 anos
Compartilhar

(Foto: Richard Lopes)

Por Agência Miséria
Em 19/11/2018 às 09:30
Publicidade

A histórica Coluna da Hora, de Icó, localizada em uma área tombada pelo Iphan, Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, na praça Aldo Landim, ao lado do mercado Aluisio Monteiro, se encontra abandonada há mais de 30 anos.

Aldo Landim, segundo o historiador Altino Afonso, era um alto comerciante da época do ramo de eletrodomésticos. A praça se chamava Santos Dumont. A coluna da hora foi construída em 1953, na gestão do prefeito Francisco Maciel da Silva, por Francisco Chagas Pinheiro, e já tem 65  de existência.

Publicidade


O reboco em suas laterais já caiu expondo os tijolos. A coluna tem 25 metros de altura e uma imagem de uma santa que era iluminada com refletores. A iluminação não existe mais. O historiador Altino Afonso, conta que entre os anos de 82 a 86, na administração do prefeito Aldo Monteiro,já falecido,os quatro relógios laterais que informava as horas com suas batidas sonoras, apresentaram defeito.

Os relógios foram encaminhados para Fortaleza e nunca mais apareceram. Na época, quem usava relógios eram pessoas de classe média, destaca o historiador Altino. O relógio era uma referência para o centro comercial. Altino Afonso relata que em 1953, quando foi construída a coluna da hora, a elite de Icó se encontrava diariamente no entorno dela, pois servia o local como ponto de encontro. O vazio deixado pelo relógio retrata o abandono da coluna, que se encontra entregue a própria sorte.

Publicidade


Com informações do correspondente Richard Lopes


Compartilhar

Publicidade
Mais do Site Miséria
Publicidade

Enquete
Qual rede social você mais usa?

Qual seu sexo?

timelineResultado Parcial
TV Miséria
Humor